sábado, 4 de março de 2017

Morre na França lenda do Real Madrid e da seleção francesa

O ex-meia-atacante Raymond Kopa (direita na foto), lenda do Real Madrid e que ficou conhecido como o "Napoleão do futebol", morreu. Ele foi o primeiro jogador francês a conquistar a Bola de Ouro e faleceu aos 85 anos. De acordo com familiares que falaram com o jornal Le Courrier de Ouest, Kopa morreu nesta sexta-feira (03/03) pela manhã depois de ter sido hospitalizado na semana passada. A Federação Francesa de Futebol também confirmou sua morte.
Pequeno em estatura como o imperador francês, Kopa ganhou o apelido de "Napoleão" depois de um desempenho incrível pela França em uma vitória por 2 a 1 sobre a Espanha em 1955. Exaltado pela sua qualidade para dar assistências e fazer gols, Kopa conquistou a Bola de Ouro em 1958, quando jogava pelo Real Madrid. Ele venceu três vezes a Copa dos Campeões Europeus, a atual Liga dos Campeões, pelo clube, em 1957, 1958 e 1959. Versátil, Kopa também atuava como centroavante, sendo elogiado por sua habilidade para aplicar dribles e sua velocidade, qualidades que levaram o craque argentino Lionel Messi a ter seu estilo de jogo comparado ao dele. Kopa, filho de imigrantes poloneses, trabalhou em minas quando criança e perdeu dois ossos em suas mãos como resultado do trabalho árduo. Ele começou no futebol pelo Angers, antes de se juntar ao Reims, o clube onde passou a maior parte da sua carreira. Depois de ganhar quatro títulos franceses e levar o time ao vice-campeonato europeu em 1956, Kopa chegou ao Real Madrid por 52 milhões de francos, um preço muito alto na época. A primeira grande estrela do futebol francês, Kopa fazia parte do Real Madrid que dominou a Europa no final da década de 1950, ao lado de Alfredo Di Stefano e Ferenc Puskas. Coroado após Stanley Matthews e Di Stefano, Kopa ganhou a Bola de Ouro 25 anos antes de Michel Platini garantir três consecutivas. Dois outros franceses também já faturaram a Bola de Ouro - Jean-Pierre Papin e Zinedine Zidane.
Kopa retornou ao Reims em 1959 e aposentou-se quando tinha 35 anos. Ele jogou 45 vezes pela França, marcando 18 gols e liderando a equipe a ficar na terceira posição na Copa do Mundo de 1958, sendo eleito o melhor jogador do torneio depois de ajudar Fontaine a marcar o recorde de 13 gols em uma edição do torneio.
O presidente francês François Hollande manifestou pesar pela morte, declarando que Kopa era "um dos mais admirados atletas da França".
Por Maelson Ventura
Informações: Notícias ao Minuto
Fonte; 180graus.com
Edição; Mário Pires Santana