terça-feira, 18 de abril de 2017

TJD-PI pede a extinção do processo contra o Parnahyba

Do Jornal da Parnaíba 
Parnahyba é campeão da Taça Estado do Piauí em campo e no tapetão.
O TJD-PI (Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí) nem precisou realizar nesta terça-feira (18) o julgamento do recurso impetrado pelo Flamengo-PI contra o Parnahyba. Por falta de pagamento da taxa de recurso do Fla-PI o relator pediu a extinção do processo sem julgamento do mérito. O procurador da comissão disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PI), Fabrício Carvalho, havia acatado a denúncia do Flamengo-PI, que pedia a anulação da semifinal contra o Parnahyba, no primeiro turno do Campeonato Piauiense, por causa da suposta escalação irregular do atacante Fabiano. Fabrício Carvalho ofereceu a denúncia pedindo a eliminação do Parnahyba e que a final do turno fosse refeita entre Flamengo-PI e Altos.
Tensão tomou conta do tribunal nos momentos que antecederam o julgamento
O advogado Miguel Bezerra é quem fez a defesa do Parnahyba. O advogado da Federação de Futebol do Piauí, Carlos Said, fez a defesa do regulamento. Antes de iniciar o julgamento Carlos Said pediu o comprovante de pagamento do Fla sobre o processo, constatando que não havia sido pago e que esta é uma das condicionantes para o julgamento. O fato gerou uma solicitação preliminar. Por conta da falta de pagamento o relator votou pela extinção do processo. O Parnahyba entrou com outra liminar alegando que o Fla entrou com a ação fora do prazo. Teria três dias e só o fez com dezessete, mas o relator indeferiu. 
Em outro processo contra o Parnahyba, por decisão unânime, a comissão puniu o Tubarão com a perda de dois mandos de campo e multa de R$ 2 mil, por conta da invasão de campo por parte da torcida do Parnahyba no jogo da final do turno contra Altos. Com esta punição o Parnahyba não joga mais neste campeonato no estádio municipal Pedro Alelaf.
Presidente Batista Filho no detalhe
Por José Wilson 
Fonte: Jornal da Parnaíba
Fotos: Josiel Martins
Edição: Mário Pires Santana