terça-feira, 25 de julho de 2017

Alerta: carregador de celular explode em cama enquanto jovem dormia

Por Alinny Maria
Carregador pega fogo em cama de jovem/Foto/Reprodução/Facebook
O habito de dormir e deixar o celular carregando está cada vez mais comum nas residências brasileiras. O problema é que muitos não se atentam aos perigos que o carregador de celular pode causar, principalmente se for pirateado. Na madrugada desta terça-feira (25), um carregador de celular explodiu no bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina, e por pouco não provocou um incêndio. A jovem Darcylane Matos, 23 anos, conta que estava dormindo quando de repente acordou com um estouro ao seu lado na cama.
“Passei por um grande susto. Sempre tive o hábito de dormir com o celular do meu lado carregando e hoje não foi diferente. Só que hoje ele simplesmente explodiu do meu lado. Graças a Deus eu acordei com o barulho e tive a ação de jogar ele para longe. Queimei apenas o dedo”, relata Darcylane.
A jovem disse ainda que o carregador era original do aparelho Lenovo e que o quarto ficou cheio de fumaça. Após este episódio a jovem refletiu sobre o que aconteceu e alerta às pessoas sobre o risco. “Quantas vezes vemos relatos como esses no face e nunca levamos a sério. Pensamos que nunca vai acontecer com a gente. Peço que todos tomem muito cuidado”, alerta. O major Veloso, do Corpo de Bombeiros do Piauí, também fez uma alerta para os cuidados que o consumidor deve ter ao adquirir o produto.
“O primeiro cuidado que se deve ter para evitar este tipo de incidente é jamais adquirir um carregador pirata. É essencial que o produto seja original, que tenha o selo da Anatel e o certificado de segurança, isso garante que tem qualidade. O consumidor deve ficar atento à qualidade do produto e não somente ao preço baixo, pois carregador pirata além de apresentar defeito em pouco tempo de uso, também põe em risco a vida das pessoas.
O ideal é que falso ou original, o carregador não deve ficar na tomada enquanto não houver alguém em casa e muito dormir com o aparelho carregando.
Segundo major Veloso, até mesmo os carregadores originais, possuem riscos de mal-funcionamento.
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana