quarta-feira, 12 de julho de 2017

Página '342 Agora' pressiona voto contra Temer“

"Pressione os deputados para que Michel Temer seja julgado. 342 Agora", repetem os famosos
Da Redação
      Página do 324 Agora na internet/Foto/342Agora
Está “bombamdo” a página “342agora.org.br” , criada por um grupo de intelectuais, atores, cantores, escritores e outros profissionais ligados à arte e à cultura. A ideia surgiu num dos vários encontros que acontecem na casa de Caetano Veloso, onde o principal assunto é a corrupção e a crise política no Brasil. Pelo placar atual da página ainda existem 126 deputados contra a investigação. Outros 202 estão indecisos e 185 são a favor que o STF julgue a denúncia da Procuradoria Geral da República que acusa Michel Temer de corrupção.
“Pressione os deputados para que Michel Temer seja julgado. 342 Agora”, repetem os famosos pedindo que o eleitor, o internauta acesse a página do parlamentar nas redes sociais - Facebook, WhatsApp, Twitter - e até pelo número do celular para pressionar a votar pela investigação da denúncia. O número é uma referência aos 342 votos necessários para a admissibilidade do pedido de cassação de Michel Temer no Plenário da Câmara dos Deputados.
Na página, é possível acompanhar o placar geral da intenção de voto dos deputados, o placar por estado e até o contatos para acessar os parlamentares
e pressioná-los a mudar o voto e permitir que Temer seja investigado. Em relação ao voto da bancada do Piauí, pelo placar de hoje, apenas dois deputados
federais votariam a favor da denúncia contra Temer: Assis Carvalho (PT) e Rodrigo Martins (PSB). Votam contra a denúncia, Átila Lira (PSB), Iracema Portela (PP), José Maia Filho (PP) e Marcelo Castro (PMDB). Aparecem como indecisos os deputados Heráclito Fortes (PSB), Júlio César (PSD), Paes Landim (PTB) e Silas Freire (PR),
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana