segunda-feira, 31 de julho de 2017

Santuário da Mãe dos Pobres e o turismo religioso em Ilha Grande

Ilha Grande é um município localizado no norte do Estado do Piauí, a 336 quilômetros da capital do Estado, Teresina. Tem um forte potencial turístico por ser porta de entrada do Delta do Parnaíba, além de outras peculiaridades como, o artesanato e a sua típica culinária. Além disso, também respira o turismo religioso, que atrai cerca de 30 mil fieis por ano.
Um dos pontos mais importantes de Ilha Grande pode ser notado logo quando o visitante chega a cidade, no alto de um morro, no Bairro Morros da Mariana, o Santuário Nossa Senhora Mãe dos Pobres e Senhora do Piauí, que durante todo o ano recebe a visita de romeiros, devotos e turistas, que curiosamente buscam conhecer o local. As peregrinações em direção ao santuário acontecem há quase trinta anos, quando um pároco do município, Padre Pedro Quiriti idealizou uma homenagem a Nossa Senhora. O sonho foi realizado com o apoio de religiosos da Itália de onde a imagem foi doada. O local foi preparado no alto do morro assim como pensado pelo padre. No dia 04 de janeiro de 1989, a imagem chegou a Parnaíba, onde ficou exposta por alguns dias para visitação de fieis. E foi no fia 07 de janeiro, que houve a primeira peregrinação rumo ao santuário para onde a imagem foi levada em meio a fieis que diante da fé seguiram para o local, que desde então passou a se tornar um dos pontos mais visitados no Estado.
O período de maior visitação ao Santuário Nossa Senhora Mãe dos Pobres e Senhora do Piauí acontece no mês de julho devido à festa da santa, que é um convite para àqueles que apreciam o turismo religioso e que busca na fé uma constante na vida.
Por Tacyane Machado
Fonte: Extra Parnaíba
Edição: Mário Pires Santana