quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Após ataques a ônibus, governador propõe decreto de emergência para Segurança

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta quinta-feira (24) que está trabalhando na elaboração de um decreto de emergência, junto com todos os governadores do Nordeste, que solicita a criação de um fundo para a área da segurança na região./Wilson Filho
Wellington afirma que já tem conversado, preliminarmente, com os gestores dos outros Estados e que todos se mostram favoráveis à iniciativa. O chefe do poder executivo também disse que está propondo uma reunião emergencial, para o início de setembro, tratar exclusivamente sobre a situação dos presídios e a criminalidade. 
“Não tem como o Piauí sozinho tomar medidas em problemas que são nacionais, da mesma forma que não tem como resolver problema da economia que afeta todo o país. Quanto à criminalidade e ao tráfico, e se estou em um Estado, eu não tenho nenhum poder de controlar a entrada de armas e drogas no País, então há necessidade de ter um fundo que sustente as ações na área da segurança, da mesma forma que existe para a área social e educação”, argumenta o gestor. 
Além disso, o governador destacou que está tomando medidas, quanto a problemas pontuais, como a queima de veículos, que aconteceu na última segunda(21) em Teresina, através da Secretaria de Segurança Pública do Estado, que cumpre mandados de prisão e busca e apreensão nesta quinta. No entanto, salientou a total necessidade de um decreto de emergência pelo menos na região Nordeste, como uma alternativa de buscar recursos para solucionar. 
Wellington Dias disse ainda que tem defendido com os governadores do Nordeste, ainda de forma interna, a criação de outros decretos de emergências no setor hídrico, para tratar sobre a seca, e na saúde, para solucionar a questão da propagação de doenças contraídas através do mosquito Aedes Agypit, como a Zika, Dengue e Chicungunya. 
As declarações foram dadas durante o lançamento do Plano Estadual de Prevenção ao Suicídio, nesta quinta-feira(24), no auditório da Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM). 
Flash de Lyza Freitas
Por Caroline Oliveira
Fonte: cidadeverde.com
Edição: Mário Pires Santana