domingo, 27 de agosto de 2017

Com praias paradisíacas, Nordeste é eleito melhor destino para férias

São praias para todos os gostos, com dunas, falésias, arrecifes, lagoas — e dá-lhe água de coco!

É praticamente impossível dissociar o Nordeste das suas praias paradisíacas, mesmo sabendo que a região brasileira oferece muito mais que a já tradicional combinação de mar de água quentinha com areia e coqueiral. A propósito, duas das mais lindas e ricas chapadas do Brasil, a Diamantina e a das Mesas, ficam naquele pedaço do mapa, respectivamente na Bahia e no Maranhão. Como o frio já está se despedindo e todo o mundo já está pensando em botar a cara no sol, esta edição especial da "Viaja São Paulo" resolveu dar uma ajudinha aos viajantes e pinçar, entre um sem-número de opções, ao menos uma praia em cada um dos nove Estados nordestinos.
Praia de Barra Grande, em Cajueiro da Praia, no Piauí (Foto: Divulgação)
Cerca de 3.000 km de litoral emolduram um pedaço abençoada pelo sol durante o ano todo. São praias para todos os gostos, com dunas, falésias, arrecifes, lagoas — e dá-lhe água de coco!
Quem se dispuser a fugir de roteiros massificados, prontos para o consumo, vai encontrar nesta edição um convite à descoberta de refúgios que, sim, oferecem infraestrutura, mas que ainda não foram abocanhados pela indústria do turismo predatório.
São lugares especialmente indicados a quem pretende dar um tempo na mordomia "all inclusive" dos resorts e se abandonar numa preguiça gostosa, à maneira de Dorival Caymmi: "Quem vem para beira do mar, ai, nunca mais quer voltar, ai".
Baía da Traição (PB)
O povo, a comida, as praias, a Paraíba é páreo forte. No extremo norte do litoral, a praia da Baía da Traição é um dos locais que mais sofrem com o avanço do mar. Tanto no lado norte quanto no sul, casas foram destruídas pela força constante das marés. Não se deixe abater pelo visual e siga mais um bocadinho ao norte, onde falésias coloridas são a prova de que a beleza da natureza se faz ali soberana.
Ponta Grossa (CE)
Pense numa praia deserta de água morna e mar verdinho. Acrescente a esse visual falésias avermelhadas. Sobre elas, dunas. Em alguns pontos, vegetação de restinga. Coloque uma jangadinha aqui, outra lá onde a areia faz a curva. É mais ou menos esse o cenário de uma das praias mais bonitas do litoral leste cearense, que fica no município de Icapuí, dono também da Praia da Redonda, outra beleza que segue o fluxo do vento e, é claro, da maré.
Ilha de Santo Aleixo (PE)
Ok, sejamos sinceros: Porto de Galinhas está tão dominada que é praticamente impossível se sentar frente à praia sem "pedágio", ou seja, pagar pelo guarda-sol e pela cadeira de praia, sem falar na taxa de consumo mínimo. Melhor, então, que você pague um barqueiro que te leve até a ilha de Santo Aleixo, um lugar de águas transparentes comparadas às da Polinésia. Além de apreciar a natureza preservada, outro ponto para ilha: poucos turistas se aventuram por lá. Sol, praia e muito sossego!
Peroba (RN)
O Nordeste está repleto de piscinas naturais, sejam as muvucadas de Maragogi, sejam as translúcidas de São Miguel dos Milagres. Pois saiba que a pouco mais de uma hora de carro, saindo de Natal, sentido norte, até bem perto do nascimento da BR-101, no município de Touros, há um piscinão no meio do mar ainda pouco explorado. Da estrada, cruza-se a cidade de Touros até alcançar um vilarejo rústico, onde todo mundo parece ser parente de todo mundo. Estamos em Perobas. Uma praia, calma, onde crianças e adolescentes batem uma bolinha na areia e alguns barcos saem rumo às piscinas naturais, onde ainda é possível avistar um rica fauna marinha. Aqui não dá para evitar o clichê: vá enquanto é tempo.
Praia do Morro (AL)
Para chegar à praia do Morro é preciso atravessar o rio Camaragibe, pertinho de São Miguel dos Milagres. Depois, a gente segue por uma trilha de areia que corre serpenteando um jardim de coqueiros. Por dentro dele, caminha-se por cerca de 20 minutos sob flashes de luz solar, filtrados pela folhagem. Na beira da praia, avista-se um corredor de verde intenso, formado pela linha de coqueiros, bem diante de uma longa faixa de areia solitária. É você e o mar.
Praia do Saco (SE)
No caminho, dunas e coqueirais antes de chegar até a pequena enseada de areia fina. Para conhecer cada pedacinho, uma boa dica é alugar um bugue. A imensidão de areia desenhada pelo vento é um dos pontos mais atrativos da praia do Saco. Na maré baixa, piscinas naturais se formam, convidando o forasteiro para aquele banho morninho. Dali é possível esticar um bocadinho: fazer um passeio de catamarã pelo rio Sergipe, que parte de Aracaju, passa pela Ilha de Santa Luzia e chega à famosa praia de Mangue Seco, já na Bahia.
Atins (MA)
Quem se contenta com Barreirinhas não sabe o que está perdendo. Seguindo o movimento do rio Preguiças em direção ao mar chega-se à pequenina vila de pescadores. De um lado, ela é banhada pelo Atlântico. Do outro, pelo rio Preguiças. Atins é a porta de entrada do lado leste do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. É ainda um lugar rústica, mas que, a cada temporada, ganha uma nova pousada aqui, um restaurantinho acolá. Digamos que Atins é para quem busca um contato mais direto com às belas paisagens daquela região.
Estrela (BA)
Diz a lenda que o mar dali era tão perfeito que os índios pataxós a comparavam com o reflexo de um espelho. Daí o nome. Em noite de lua cheia, não precisa de explicação: está ali, refletido na água. Pertinho da dominada Porto Seguro e da pretensiosa Trancoso, a Praia do Espelho oferece boas pousadas. Poucos brasileiros sabem, mas os gringos já fazem o trekking pela costa (em alguns trechos será necessário ir pela trilha da mata) de Espelho até Caraíva, um dos pedaços mais encantadores de todo o litoral brasileiro.
Cajueiro da Praia (PI)
Você já ouviu falar de Barra Grande? Não, não se trata da famosa Barra Grande da Península de Maraú, na Bahia. Estamos falando aqui da sua homônima piauiense. Reduto de kitesurfistas do mundo todo, Barra Grande é uma espécie de Jeri de 30 anos atrás. O vilarejo pertence ao município de Cajueiro da Praia, na divisa com o Ceará, outra pérola ainda a ser lapidada, repleta de praias paradisíacas e desertas. Vá antes que os turistas as desbravem.
Fonte: portalodia.com
Informações: Folha de São Paulo
Edição: Mário Pires Santana