quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Gênesis destaca relação com técnico Lancuna: "Contato de pai e filho"

Atacante agradece voto de confiança no primeiro treino em novo clube e reforça qualidade do elenco com ex-companheiros de equipes para jogos contra o CSA na seletiva do pré-Nordestão.
Por Stephanie Pacheco e Josiel Martins, Teresina

Gênesis em treino no Parnahyba (Foto: Didupaparazzo).
Graças a Deus. Ele está aqui na minha frente. Disse, aliviado, o presidente do Parnahyba, Batista Filho, com a presença de Gênesis no clube. O atacante, ex-Moto Club, teve uma arrastada negociação até oficializar o contrato com o Tubarão para os dois jogos contra o CSA pelo pré-Nordestão. Nesta quarta-feira, Gênesis realizou o primeiro treino com o elenco azulino. Ele agradeceu o voto de confiança, principalmente, a parceria com o técnico Nivaldo Lancuna. - Com o professor contato, é uma relação de pai e filho. Ele que me trouxe para o Piauí. Sou muito grato a ele por tudo. O nome que eu construí aqui no estado foi tudo por causa do professor. É um bom time. Conheço alguns atletas por jogar contra, outros joguei junto no passado – comentou o atacante. Gênesis trabalhou com Lancuna em 2016 no Altos. Pelo time alviverde, o atacante fez 16 gols na época, sendo artilheiro da equipe no vice-campeonato
estadual. A fase despertou o interesse de outros clubes, e Gênesis foi para o Boa Esporte. Por lá, fez o gol do acesso do time mineiro à Série B do Campeonato Brasileiro. Por isso, a admiração com o técnico Lancuna.
Gênesis deve fazer parte da trinca ofensiva montada pelo treinador nos últimos treinos. Na primeiro teste, no jogo-treino contra o time sub-21, Lancuna montou o ataque com Fabinho, Juazeiro e Dênis.
O jogo que vai definir o futuro azulino no torneio será no duelo de volta com o CSA, às 21h do dia 22 de agosto, no estádio Rei Pelé, em Maceió.
Fonte: G1/PI
Edição: Mário Pires Santana