sábado, 5 de agosto de 2017

Vereadores de Parnaíba cobram esclarecimentos sobre falta de medicamentos

Secretário Municipal de Saúde disse que não está faltando medicamentos
Da Redação/Piauí Hoje
Câmara de Vereadores de Parnaíba/Foto/Prefeitura de Parnaíba
Vereadores de Parnaíba requereram à Prefeitura esclarecimentos a respeito das denúncias de falta de medicamentos nos postos de saúde do município de Parnaíba. Um requerimento feito pela Vereadora Neta Castelo Branco de Sousa pediu que o secretário municipal de Saúde, Valdir Aragão, prestasse esclarecimentos.
Sobre a suposta falta de medicamentos, alegada por alguns vereadores, o Secretário disse que a informação não procede, fato esse comprovado, inclusive, pela própria vereadora Neta, que disse ter visitado vários postos de saúde e constatou que há medicamentos, principalmente medicação anti-hipertensiva, onde existem hoje sete tipos de medicamentos, entre esses, Besilato de Anlodipino, Captopril, dentre muitos outros nos postos de saúde.
Ele disse, entretanto, que apenas um tipo está faltando, mas o médico com sua experiência pode fazer a adequação com relação a miligramas quando da utilização dos outros medicamentos. Com relação a remédios para diabéticos também existem os medicamentos necessários, inclusive, insulina e que falta apenas um tipo.
Finalizou dizendo que, afora a medicação existente no SAMU e no Pronto-Socorro, os postos de saúde hoje contam com mais de 140 tipos de medicamentos à disposição da população.
Outros questionamentos foram feitos ao Secretário por vários vereadores e todos respondidos com segurança, o que deixou todos satisfeitos com as respostas, principalmente sobre a presença de médicos nos postos e as campanhas que serão feitas para combater o mosquito da dengue e da Chikungunya, mas, segundo o Secretário Valdir Aragão, “só teremos êxito nessas campanhas se houver um engajamento da população”, destacou.
Dos presentes, oito vereadores fizeram inscrição para realizarem questionamentos: Neta, Ricardo Veras, Fátima Carmino, Diniz, Ronaldo Prado, Irmão Marquinhos, Bernardo Lima, Carlson Pessoa e João Unimagem. A sessão que teve início em seu horário regimental, às 19h30min se estendeu até às 22h10min.
Edição: Mário Pires Santana