terça-feira, 12 de setembro de 2017

Ministro da Saúde garante liberação de R$ 500 mil para continuidade das obras do CER de Parnaíba

Os recursos foram garantidos pela secretária Rejane Dias, que, na condição de deputada federal, destinou emenda parlamentar no valor de R$ 4,5 milhões para a construção do centro.
Da Redação do Portal AZ

Ao lado do senador Ciro Nogueira (PP-PI), a secretária da Educação, Rejane Dias, esteve em audiência, nesta segunda-feira (11/09), com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Solicitaram a liberação de cerca de R$ 500 mil correspondentes à segunda parcela dos recursos previstos para a continuidade das obras do Centro Especializado em Reabilitação de Parnaíba Daniely Dias.
Foto: Ascom
Os recursos foram garantidos pela secretária Rejane Dias, que, na condição de deputada federal, destinou emenda parlamentar no valor de R$ 4,5 milhões para a construção do centro. O projeto está orçado em R$ 5 milhões, incluindo a contrapartida do Tesouro Estadual. “É uma emenda impositiva e o ministro garantiu que vai liberar todo o recurso necessário para construção do Centro de Reabilitação”, assegura a secretária. Segundo Rejane Dias, o governo federal liberou, até o momento, R$ 100 mil para iniciar a obra, “que já está com uma
medição de mais de 13 por cento”. O governo estadual contribuiu com a metade da contrapartida prevista. “Estou muito feliz por poder contar com o apoio do senador Ciro Nogueira no sentido de agilizar a liberação desses recursos junto ao Ministério da Saúde e à Caixa Econômica Federal, porque a obra já foi iniciada.”
Cronograma
A expectativa é que o CER de Parnaíba seja entregue em setembro do próximo ano. “Nosso esforço é para que não atrase esse cronograma de execução da obra”, destaca a secretária Rejane Dias.
O complexo de reabilitação funcionará na Rua Mira Rios, entre as Ruas “D”, Rua Fausto Barros e a estrada para o lugar Rosápolis, bairro São Vicente de Paula.
O CER de Parnaíba será a primeira unidade no território de desenvolvimento da Planície Litorânea a oferecer os serviços nas modalidades de deficiência física, visual, intelectual e auditiva, e terá a capacidade de atender, por mês, uma média 700 pacientes de Parnaíba e região. “Será no mesmo formado do Ceir de Teresina, que hoje é referência no Brasil”, afirma. “O espaço vai contar com médicos especializados, terapeutas e outros profissionais da área de saúde.”
A ideia é construir outro centro de reabilitação de alta complexidade em Floriano a fim de promover a descentralização dos serviços, concentrados no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), em Teresina.
Fonte: Portal AZ
Edição: Mário Pires Santana