sábado, 16 de setembro de 2017

PIS/Pasep de idosos: governo atrasa divulgação do calendário de saque

Do Extra

divulgação do calendário do PIS/Pasep para idosos, prevista para esta sexta-feira, só será definida após retorno do Presidente da República, Michel Temer?, dos Estados Unidos, onde ele tem compromissos marcados, pelo menos, até a próxima quarta-feira. A partir de outubro, haverá a diminuição da idade mínima para saques do PIS/Pasep dos atuais 70 anos para 62 anos, no caso das mulheres, e 65 anos para homens.
Segundo o Ministério do Planejamento, o calendário será anunciado pelo presidente, ao retornar de viagem oficial, na semana que vem, mas o anúncio não afetará os pagamentos, que se iniciam em outubro. O calendário deve ir até março de 2018, de acordo com a data de nascimento do trabalhador. Têm direito ao saque apenas pessoas que contribuíram para o Pasep ou o PIS até 4 de outubro de 1988 e que já não tenham efetuado o resgate total de seus saldos. O pagamento será feito pela Caixa Econômica (para iniciativa privada) e pelo Banco do Brasil (para servidores públicos). Para quem tem conta nos bancos, o depósito será automático, sem que o correntista precise solicitá-lo. Os demais precisarão apresentar apenas um documento oficial nas agências. O comprovante de inscrição PIS-Pasep só será necessário caso os dados apresentados não permitam a identificação da conta.
Segundo o Ministério do Planejamento, em junho de 2016, o saldo médio por cotista era de R$ 1.187. A maioria das pessoas tem pelo menos R$ 750 a serem resgatados. Em número de atendimentos, a expectativa é que os bancos recebam um volume de solicitação de saques na ordem de 1,3 milhão por mês: 23 vezes acima da média de 56 mil atendimentos por mês realizados até junho passado.
Fonte: cidadeverde.com
Edição: Mário Pires Santana