terça-feira, 17 de outubro de 2017

17/10 - Aeroporto Internacional de Parnaíba completa 46 anos

Por *Lara Réquia
O Aeroporto Internacional de Parnaíba/Prefeito Dr. João Silva Filho (PI) completa, nesta quinta-feira (19), 46 anos de operações. Inaugurado em outubro de 1971, o terminal está posicionado estrategicamente no litoral piauiense, no coração do Delta do Parnaíba, servindo também de porta de entrada para outros belos pontos turísticos do país, como os municípios de Camocim e Jericoacara, ambos no Ceará (CE) e os Lençóis Maranhenses (MA). Para o superintendente do terminal, Ezequiel Gomes dos Santos, o aeroporto contribui para o desenvolvimento da região além de ser uma excelente opção para turistas interessados em curtir a Rota das Emoções, que envolve os estados do Piauí, Ceará e Maranhão. “A Rota das Emoções vem ganhando adeptos no Brasil e no exterior. Além disso, Parnaíba vem registrando aumentos consideráveis na atividade econômica, e o aeroporto é uma porta para esse desenvolvimento”, afirma. Inspirado na arquitetura do Aeroporto Santos Dumont (RJ), o terminal parnaibano tem rotas operadas pela empresa aérea Azul, ligando a cidade piauiense as cidades de Campinas (SP) e Teresina (PI), e pela empresa de Táxi Aéreo General Service Aviation- Gensa, que faz rota para Teresina (PI), ambas com uma operação regular semanal.
O sítio aeroportuário de Parnaíba ocupa área de 2,33 milhões de m². Nele, estão inseridos o terminal de passageiros, que conta com 2,9 mil m², e a pista de pousos e decolagens, que tem 2,5 mil metros de comprimento com 45 metros de largura e capacidade para operação de aeronaves de grande porte, como o Boeing 767-300, que pode transportar até 300 passageiros.
A Infraero assumiu a administração no aeroporto em junho de 2004. No início de suas operações, o aeródromo foi administrado pelo Segundo Comando Aéreo Regional (Comar II) e, em seguida, pelo Governo do Estado do Piauí. Em 2005, o terminal foi habilitado para o tráfego aéreo internacional de passageiros. O nome do terminal é uma homenagem ao médico João Tavares da Silva Filho, que foi prefeito da cidade por dois mandatos: o primeiro entre 1967 e 1970 e o segundo de 1983 a 1988.
Fotos: Infraero
*Imprensa – Infraero/(61) 3312.1735 / 3924 / 2879
Edição: Mário Pires Santana