terça-feira, 17 de outubro de 2017

Paralisação dos médicos adia consultas e cirurgias

Os médicos da rede estadual paralisaram as atividades nesta terça-feira (17).
Por Alinny Maria
Mutirão de cirurgias no Hospital Getúlio Vargas/Foto/Ascom HGV
Os médicos da rede estadual paralisaram as atividades nesta terça-feira (17). A categoria reivindica a implantação de um ponto eletrônico por parte da Secretaria de Administração.Somente serviços de urgência e emergência funcionam hoje. Com a Paralisação de Advertência, as consultas e cirurgias que estavam marcadas para hoje, foram remarcadas para o dia 31. Segundo a diretora do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (Simepi), Lúcia Santos, o ponto eletrônico é ilegal, pois não há relatório diário dos trabalhadores e sem nenhuma previsão de hora extra ou banco de horas. Os médicos reivindicam também piso salarial, realização de novos concursos públicos, melhores condições de trabalho e respeito à classe. A paralisação de advertência está prevista para durar 24 horas. A categoria vai se reunir na sede do Simepi à noite para discutir os rumos da situação.
Fonte: Redação/Piauí Hoje
Informações: Simep
Edição: Mário Pires Santana