quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Petição pública pede que ursa Marsha seja salva do Parque Zoobotânico em Teresina

Da espécie parda, Marsha tem 26 anos de idade e pesa 210 kg, e vive em cativeiro no zoológico, sofrendo com temperaturas de 40º.
Por Salomão Prado

Uma petição pública no site Avaaz.org pede a transferência da ursa Marsha do zoológico de Teresina, Parque Estadual Zoobotânico, a um local mais apropriado às suas necessidades. Segundo o documento online, que teve dezenas de compartilhamentos nesta sexta-feira (20/10), “o animal já sofreu abusos em circos e foi parar em um zoológico aonde sofre de calor extremo”.
Petição pública pede que ursa Marsha seja salva do Parque Zoobotânico em Teresina (Foto: Reprodução/Youtube)
Da espécie parda, Marsha tem 26 anos de idade e pesa 210 kg, e vive em cativeiro no zoológico, sofrendo com temperaturas de 40º. De acordo com a descrição na petição, a ursa vem mostrando “seus movimentos repetitivos cada vez mais graves, demonstram sua enorme aflição, cavando no vai‐e‐volta de sua neurose, um fosso”.
Um outro ponto colocado pelo criador do documento, é a denúncia de que Marsha é alimentada com ração de cachorro, e que no início desse ano a direção do zoológico teria se negado a doa-la para um santuário. “Mas não é só o calor extremo que aflige Marsha. A ração de cachorro é a única alimentação disponibilizada pelo gestor do Zoológico que se recusou no início de 2017 a doar o animal para um santuário, alegando ter um ambiente sadio, com alternativa de baixas temperaturas e alimentação saudável, o que não é verdade”, informou.
A reportagem tentou contato com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semar), responsável pela manutenção do zoológico na capital, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.
Fonte: Notícias/Site OITOMEIA
Edição: Mário Pires Santana