segunda-feira, 20 de novembro de 2017

REQUIÃO AVISA A SHELL: A NEGOCIATA DE VOCÊS COM TEMER VAI CAIR

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) postou um vídeo duríssimo na noite deste domingo, em que comenta a denúncia sobre como o governo inglês fez lobby para mudar a lei do pré-sal, reduzindo as exigências ambientais, de conteúdo nacional e também isentando as multinacionais do petróleo de impostos, numa renúncia fiscal que chega a R$ 1 trilhão; "Negociar com este governo que aí está é melhor do que vender cocaína. Mas que saibam os ingleses. Vocês compraram mercadoria roubada e, a partir desta semana, o Senado vai agir", diz ele; documentos confidenciais comprovam que o ministro do comércio britânico, Greg Hands, fez lobby junto ao secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, para que as multinacionais Shell e BP fossem favorecidas.
Por Paraná 247
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) postou um vídeo duríssimo na noite deste domingo, em que comenta a denúncia publicada pelo jornal inglês The Guardian, e repercutida pelo 247, sobre como o governo inglês fez lobby para mudar a lei do pré-sal, reduzindo as exigências ambientais, de conteúdo nacional e também isentando as multinacionais do petróleo de impostos, numa
renúncia fiscal que chega a R$ 1 trilhão.
– Negociar com este governo que aí está é melhor do que vender cocaína. Mas que saibam os ingleses. Vocês serão tratados como receptadores de mercadoria roubada e, a partir desta semana, o Senado vai agir – avisa. De acordo com a denúncia, documentos confidenciais obtidos pelo Greenpeace comprovam que o ministro do comércio britânico, Greg Hands, fez lobby junto ao secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, para que as multinacionais Shell e BP fossem favorecidas.
O lobby inglês, diz o Guardian, foi atendido.
– Mas essa negociata vai cair – avisa Requião.
Confira, abaixo, o vídeo de Requião e inscreva-se na TV 247:
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.