domingo, 4 de março de 2018

Mar avança e invade barracas no litoral piauiense. Fenômeno assustou moradores

Marinha do Brasil já havia emitido um alerta sobre uma ressaca na região.
Da Redação do Portal AZ 
Foto/Jornal da Parnaíba
As barracas da Praia de Barra Grande, no município de Cajueiro da Praia, litoral piauiense ficaram destruídas depois do avanço das águas do mar nesta sexta-feira (02).Foto: Jornal da Parnaíba
A Marinha do Brasil havia alertado aos banhistas, navegantes e barraqueiros a evitarem os locais próximos ao mar porque o pico das ondas chegaria ao 3,5 metros. O aviso foi destinado ao litoral do Piauí, Maranhão, Ceará e Rio Grande do Norte.
O morado Matheus Galeno relatou que as ondas invadiram todas as barracas. "Foi em toda a costa da praia de Barra Grande. Na Barrinha também aconteceu, porém não tão forte como aqui. No cajueiro também foi forte, mas sem danos. A situação mesmo séria foi aqui, o mar invadiu 100% das barracas. Estão todas alagadas. A prefeitura fez um buraco lá pra tentar evitar que a água entrasse pra rua, porém esse buraco fez foi com que a água fosse exatamente para a rua", disse.
A maré quase atingiu as residências situadas próximas à praia de Barra Grande e deixou os moradores assustados. 
Assista ao vídeo:
Créditos do vídeo: Jornal da Parnaíba
Veja fotos de como ficou as imediações da praia de Barra Grande:
Foto/Jornal da Parnaíba
Foto: Jornal da Parnaíba
                  Foto: Jornal da Parnaíba
Fortes chuvas 
Os barraqueiros do litoral piauiense têm sofrido prejuízo com os fenômenos naturais ocorridos recentemente. Em Luís Correia, as fortes chuvas causaram danos às barracas do Bar do Cota que ficam próximas à Praia do Coqueiro. A força da água destruiu parte dos asfaltos das vias das imediações e chegou a abrir uma cratera em frente ao restaurante Alô Brasil.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Fonte: Portal AZ
Com informações do Jornal da Parnaíba
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.