segunda-feira, 16 de abril de 2018

De João Pessoa a Manchester: as cartas de apoio a Lula que chegam em Curitiba

São cartas de diversas cidades que chegam ao ex-presidente, com histórias de afeto e gratidão como as de Tia Zélia, a cozinheira que fazia marmitas de comida nordestina a ele.
Por Redação RBA
A cozinheira Maria de Jesus, a Tia Zélia, escreve para Lula e quer levar a carta pessoalmente/PEDRO LADEIRA/FOLHAPRESS E SABRINA DURIGON MARQUES
São Paulo – Em matéria do jornal Folha de S. Paulo na semana passada, Maria de Jesus Oliveira da Costa, a tia Zélia, contava que ficou desnorteada quando soube que o juiz Sérgio Moro havia expedido um mandado de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Tia Zélia tem um restaurante na Vila Planalto, no Distrito Federal, e conheceu Lula em 2008, quando recomendaram a ele sua buchada de bode. A partir dali, atendeu pedidos de marmitas de comida nordestina no Palácio do Planalto.
Mas não é por isso que ela é grata ao ex-presidente. "E o que ele fez para a minha família, lá na Bahia, ele levou luz, levou água. Antes, eu levava cesta básica porque meu povo passava fome. Hoje em dia eu vou lá e eu que trago coisa, trago galinha caipira, ovo."
Nem todos têm uma história como a de Tia Zélia, que envolve um contato pessoal direto com Lula. Mas as cartas que são enviadas a ele mostram como seus governos estabeleceram políticas públicas que influenciaram a vida das pessoas e como, na prática, elas estabeleceram relações inclusive afetivas com ele. Confira abaixo algumas das mensagens que chegaram em cópia para a RBA. São cartas que vêm de diversos lugares: Curitiba, João Pessoa, Campo Grande e Manchester. Confira:
Miliandre Garcia, Curitiba
Fonte: Rede Brasil Atual
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.