sexta-feira, 20 de abril de 2018

GLOBO PRENDEU LULA, MAS NÃO PRENDE O GRITO NA GARGANTA DOS BRASILEIROS

Embora tenha conseguido sequestrar o Poder Judiciário para levar adiante seu projeto de golpear a democracia e pender o ex-presidente Lula, a TV Globo não consegue aprisionar o que os brasileiros pensam e, muitas vezes, gritam; dois casos recentes provam isso: a vencedora do programa Big Brother Brasil (BBB), Gleisi Damasceno, do Acre, gritou "Lula livre" ao vivo quando deixou a casa e o apresentador da emissora Chico Pinheiro teve um áudio vazado em que ele demonstra solidariedade a Lula e faz críticas a Sergio Moro e à própria cobertura da Globo.
Por Brasil 247

Embora tenha conseguido sequestrar o Poder Judiciário para levar adiante seu projeto de golpear a democracia e pender o ex-presidente Lula, a TV Globo não consegue aprisionar o que os brasileiros pensam e, muitas vezes, gritam. Nesta sexta-feira 20, um caso emblemático provou isso. A vencedora do programa Big Brother Brasil (BBB), Gleisi Damasceno, do Acre, gritou "Lula livre", durante transmissão ao vivo, quando deixou a casa. O caso ganhou imensa repercussão nas redes sociais.
A conta de Lula no Twitter parabenizou a jovem, postando uma foto do ex-presidente com Gleici e a frase "Quando é no voto, a gente ganha sempre. Parabéns Gleici!".
Recentemente, outro caso envolvendo a Globo demonstrou que até seus funcionários veem com ressalvas a cobertura da emissora. O jornalista Chico Pinheiro, âncora do Bom Dia Brasil, teve um áudio vazado em que demonstra solidariedade a Lula e faz críticas a Sergio Moro e à própria cobertura da Globo.
A empresa tentou reprimir manifestações políticas de esquerda por meio de um comunicado do diretor de Jornalismo, Ali Kamel.
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.