quinta-feira, 31 de maio de 2018

A ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA EM LUÍS CORREIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Campus Ministro Reis Velloso Departamento de Ciências Econômicas e Quantitativas Projeto Comunicados em Economia
Comunicado no 668, de 29/05/18 Memórias de Luís Correia Elaborado por Ênio de Lima Brito, aluno do Curso de Administração da Universidade Federal do Piauí, campus Ministro Reis Velloso Revisado pelo prof. MSc. Moacyr Ferraz do Lago∴ 
A localidade pioneira na libertação dos escravos no Piauí foi a Vila de Jaicós, através do manifesto intitulado A Libertadora Jaicosense – fundada a 23/06/1884. Foi sucedida por Barras onde também surgiu um manifesto abolicionista através da Libertadora Barrense (COSTA, 1974). Alguns autores, contudo, atribuíam à vila de Amarração, atual Luís Correia, o pioneirismo na libertação dos escravos no Piauí. Somente dois anos após Jaicós, a 29/06/1886, Joaquim Rodrigues da Costa pôs em liberdade seus 14 escravos, os últimos do município, em razão do que foi condecorado com a Comenda de Cristo. Há um pequeno desencontro de informações quanto à libertação dos escravos em Luís Correia, pois se atribui a Manoel Rodrigues da Costa, e não ao Comendador Joaquim Francisco Rodrigues, rico proprietário rural e salineiro. Segundo
informações, por sua iniciativa, Luís Correia foi o primeiro município piauiense a libertar seus escravos do território (1886). Joaquim Rodrigues libertou seus escravos, alforriando-os na data descrita acima. Referências BASTOS, Cláudio. Dicionário Histórico e Geográfico do Estado do Piauí. Fundação Cultural Monsenhor Chaves. Teresina – Piauí, 1994. PEREIRA DA COSTA, F. A. Cronologia Histórica do Estado Piauí: desde os seus tempos primitivos até a proclamação da República. Editora Artenova. Rio de Janeiro, 1974 GONÇALVES, Wilson Carvalho. Dicionário Histórico – Biográfico do Piauí. Teresina – PI, 1992. NETO, Adrião. Luís Correia & Cajueiro da Praia: executivo e legislativo. Edições Geração 70. Teresina-Piauí, 2006.
Foto: Reprodução/web
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.