segunda-feira, 21 de maio de 2018

CIRO FALA EM 'PORTAS ABERTAS' AO PSDB SE ELEITO

O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou nesta segunda-feira, 21, que não descarta deixar uma "porta aberta" para uma composição com o PSDB depois das eleições; "Eleitoralmente falando, é completamente disparatoso imaginar uma aliança minha com o PSDB. O que o PSDB acabou de fazer com o PMDB (na gestão do presidente Temer) é tudo o que não concordo: antinacional, antipobre e antipovo", afirmou Ciro; "Acredito que, se eu ou o Geraldo [Alckmin, pré-candidato tucano] vencermos, o outro pode vir desejar boa sorte e trabalhar no futuro".
Por Brasil 247

O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou nesta segunda-feira, 21, que não descarta deixar uma "porta aberta" para uma composição com o PSDB depois das eleições.
"Eleitoralmente falando, é completamente disparatoso imaginar uma aliança minha com o PSDB. O que o PSDB acabou de fazer com o PMDB (na gestão do presidente Temer) é tudo o que não concordo: antinacional, anti-pobre e anti-povo", declarou o pedetista. "Acredito que, se eu ou o Geraldo [Alckmin, pré-candidato tucano] vencermos, o outro pode vir desejar boa sorte e trabalhar no futuro", afirmou Ciro, durante sabatina pela Folha, UOL e SBT. Segundo ele, a aliança com o tucanato pode até ser "completamente disparatosa" do ponto de vista eleitoral, "para ficar numa palavra moderada", mas é preciso pensar "no dia seguinte às eleições" — e "ter a porta aberta para dialogar" com o PSDB.
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.