domingo, 27 de maio de 2018

Ciro, o Gomes, vem aí

Por  Arimatéia Azevedo

Ontem, entrevistado na TV Cidade Verde, o senador Ciro Nogueira tratou a candidatura de seu xará, Ciro Gomes, como uma das “três ou quatro candidaturas competitivas que se colocarão ao país a partir de julho”. O senador piauiense cita o ex-governador cearense (nascido em São Paulo) como quem mais tem chances de ocupar o vácuo a ser deixado pela ausência do ex-presidente Lula da disputa. Ciro já tinha avisado que se Lula fosse candidato iria defender o apoio do seu partido ao ex-presidente. Mas a cada vez maior improbabilidade da candidatura de Lula leva muitos políticos de esquerda e centristas a admitirem um cenário em que o apoio deles poderá dirigir-se para o pré-candidato do PDT. No caso do Progressistas, o partido poderia até indicar um vice de Ciro Gomes, o empresário Benjamin Steinbruch – claro se não houver uma composição do PDT com o PT, que ficaria com a vaga de vice e claramente empurraria a candidatura pedetista um pouco mais à esquerda. O que se pode dizer, então, é que o cenário que se vai desenhando, Ciro Gomes será, sim, o candidato mais viável à esquerda, capaz de atrair parte do centro para garantir mais músculos à campanha, criando para ele um espaço real para ser o ocupante do Planalto no ano que vem.
Fonte: Portal AZ
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.