quarta-feira, 13 de junho de 2018

Aeroporto de Parnaíba fica sem guarnição dos Bombeiros após resolução da Anac

Resolução diz que apenas aeroportos com movimentação superior a 200 mil passageiros por ano devem manter guarnição no local. Aeroporto de Parnaíba recebeu 12 mil em 2017.
Por G1 PI
Aeroporto Internacional de Parnaíba (Foto: Patrícia Andrade/G1)
O 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros ficará responsável pelo atendimento em casos de emergência, já que o aeroporto em 2017 só recebeu 12 mil passageiros, número menor que o exigido pela Anac.
O coronel Carlos Frederico, comandante do Corpo de Bombeiros, diz que essa decisão da ANAC não compromete o nível de segurança da população. "Estaremos aqui em Parnaíba, a unidade do Corpo de Bombeiros, já que o 2º Batalhão de Bombeiros não sai de Parnaíba e vai continuar fazendo o seu trabalho de prevenção e proteção ao aeroporto também, independente da decisão da Anac".
Atualmente, o local só recebe um voo semanal aos sábados, vindo de Campinas, interior do estado de São Paulo e o Corpo de Bombeiros afirma que irá garantir a segurança desses voos através de um plano de emergência que será apresentado pela Infraero - Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária.
Os 14 homens lotados no aeroporto de Parnaíba serão transferidos para o 2º Batalhão o que, segundo o comandante, vai melhorar o contigente e consequentemente o atendimento à população, já que o quartel é responsável
por todos os municípios do Norte do Piauí.
Major Rivelino Moura, comandante do Corpo de Bombeiros na cidade, disse que a mudança em nada comprometerá a segurança do aeroporto. "Esse pessoal que estava lá no aeroporto vem pra atender a zona urbana e nós vamos continuar fazendo o mesmo papel da seguraça aeroportuária quando formos solicitados".
A Infraero informou por meio de nota que a desativação não trará impacto nas operações do aeroporto e que um novo Plano de Emergência está sendo elaborado.
Confira a nota na íntegra
"A desativação do Serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndio em Aeródromos Civis (SESCINC) do Aeroporto de Parnaíba está em curso, considerando as características operacionais do aeroporto, e em conformidade com os normativos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Nesse sentido, a Infraero esclarece que está elaborando um novo Plano de Emergência para o Aeroporto de Parnaíba, que prevê que o Corpo de Bombeiros Militar do Piauí (CBM-PI), com seu efetivo urbano de Parnaíba, fará o atendimento ao aeroporto em casos de emergências aeronáuticas. A empresa destaca ainda que a desativação do SESCINC não trará impacto nas operações do aeroporto".
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.