sexta-feira, 22 de junho de 2018

Indústrias de alimentos e bebidas são as que mais crescem no Piauí

Por Lídia Brito
Foto: Fiepi
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados de Pesquisa Industrial Anual-Empresa (PIA-Empresa), sobre o desempenho da indústria na região Nordeste. Segundo os números, o Piauí ainda ocupa a menor participação na indústria da região, mas apresentou um desempenho de destaque em relação a outros Estados da região Nordeste.
A pesquisa realizada pelo IBGE faz um balanço do setor industrial entre os anos de 2007 e 2016. Neste período, os números mostram que as indústrias que mais cresceram no Piauí são do setor de alimentos e bebidas. O destaque em terceiro lugar é para a área da mineração.
Os dados do IBGE mostram que a fabricação de alimentos apresentou uma receita líquida de vendas da ordem de R$ 1,95 bilhão, cerca de 42,3% da receita total da indústria piauiense. “Dessa atividade, haviam no Piauí 321 unidades locais, representando 28,05% do total desse quantitativo. Em termos de pessoal ocupado foi a atividade industrial que mais empregou em 2016, com 7.152 pessoas ocupadas, representando 27,9% do pessoal da indústria no estado”, diz o relatório.
Gráfico: IBGE
A fabricação de bebidas apresentou uma receita líquida de vendas de R$ 703,7 milhões, o que representou cerca de 15,2% da receita total da indústria. “Em 2016, haviam 15 unidades locais, que representavam 1,31% do quantitativo total. Em termos de pessoal ocupado, essa atividade empregava 1.567 pessoas, o que representava 6,1%do total da indústria piauiense”, aponta.
O número de pessoas ocupadas na indústria do Piauí também aumento. Em 2016, houve um aumento de 20,62% nas contratações. Cerca de 25.672 pessoas ocupadas na indústria. O número geral do Brasil ficou muito aquém do Piauí. 
Fonte: cidadeverde.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.