segunda-feira, 11 de junho de 2018

Parceria entre Saúde e Uespi fortalece Telemedicina no Piauí

O programa tem a intenção de integrar os hospitais públicos do Piauí.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, juntamente com o reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Nouga Cardoso, e o diretor da Agência de Tecnologia da Informação do Piauí (ATI), Avelino Medeiros, estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira (7) para debater iniciativas que visem fortalecer e ampliar da Telemedicina no Estado. 
O programa de Telemedicina tem a intenção de integrar os hospitais públicos do Piauí, por meio de mediação tecnológica e rede de fibra ótica, tendo como referência o Hospital Getúlio Vargas, referência em atendimentos de média e alta complexidade. Essa interação já acontece com o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba e será ampliado para Piripiri e Picos nas próximas etapas. Por meio da parceria, a Uespi passará a ser gestora do programa no Estado. 
Além de dar apoio a diversas especialidades, a telemedicina dá aos alunos das residências médicas dos hospitais do interior acesso à novas informações e contato com profissionais mais bem qualificados de todo Estado, tendo esse link direto com o hospital de referência de alta complexidade do Piauí, que é o HGV, como explica Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde. 
O encontro também veio para fortalecer parceria entre as instituições, já que diversos hospitais da rede pública são usados como hospitais-escola pela instituição de ensino superior. “Temos a intenção de melhor formar os profissionais de saúde no Piauí e também levar o melhor atendimento ao usuário de saúde pública, tratamos sobre um acesso mais facilitado dos estudantes a todos os hospitais da rede pública, seja de graduação ou residência médica”, comentou o professor Nouga Cardoso.
Por meio da parceria entre Saúde e Uespi, os profissionais de saúde agora têm acesso à biblioteca virtual da instituição, “com isso promoveremos uma atualização contínua desses profissionais”, explica Florentino Neto. Ademais, também foi discutido sobre a ampliação do serviço de estomaterapia para as regiões de Parnaíba, Floriano e Picos. 
Fonte: Portalodia.com
Informações: Ccom
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.