quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Polícia deflagra operação contra desvio de recursos públicos

O prejuízo aos cofres públicos pode chegar a mais de R$ 8 milhões. 13 mandados de prisão estão sendo cumpridos na região Norte do PI.
Por Lucas Albano

No início da manhã desta quinta-feira a Polícia Civil, em parceria com o Ministério Público do Piauí (MPPI), deflagrou a 3ª fase da Operação Escamoteamento. A ação é resultado de uma investigação sobre desvios de recursos públicos iniciada no município de Cocal. Nesta fase da operação, o alvo dos mandados é a cidade de Buriti dos Lopes.
Estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva, seis mandados de prisão temporária e 16 mandados de buscas e apreensões em Buriti dos Lopes. Segundo a Polícia Civil, algumas empresas e empresários da Serra da Ibiapaba-CE, juntamente com agentes públicos do Piauí desviaram recursos públicos entre os anos de 2013 e 2016. 
De acordo com a polícia, o prejuízo pode chegar a mais de R$ 8.388.822,64 aos cofres do Estado. O Ministério Público já pediu o bloqueio de bens para cobrir o prejuízo.
A operação que é comandada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao
Crime Organizado (Gaeco). Além da parceria com o MPPI, a operação também conta com a participação no cumprimento dos mandados, da Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Piauí e Polícia Militar do Piauí, além do Ministério Público do Estado do Ceará.
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.