segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Programa de Pós-Graduação da UFPI é avaliado com nota 5 pela CAPES

O Programa foi avaliado com nota 4 nas avaliações anteriores. A nota 5 se deu por meio de recurso, deferido no Conselho Superior da CAPES.
Da UFPI
UFPI/Foto/Reprodução
A Universidade Federal do Piauí (UFPI) possui 45 programas de pós-graduação, que se apresentam a nível de mestrado e doutorado, totalizando 53 cursos. Dentre esses, 4 programas acadêmicos possuem nota 5 na Avaliação Quadrienal da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Desses 4 programas, dois são programas em rede - participam do programa da UFPI e outras instituições de ensino superior - e os outros dois programas são institucionais - programas próprios da Universidade Federal do Piauí - incluindo, portanto, o Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd).
O Programa foi avaliado com nota 4 nas avaliações anteriores. A nota 5 se deu por meio de recurso, deferido no Conselho Superior da CAPES. Na avaliação quadrienal o PPGEd ficou entre os 25 melhores programas do Brasil. Disputando o conceito 6, cujo critério de desempate seria a internacionalização, no entanto, o resultado permaneceu com o conceito 4. O item "produção intelectual" da avaliação da CAPES precisou ser reavaliado, garantindo, assim, a nota 5 ao Programa. Para a Universidade é muito importante possuir mais um programa com nota 5 na avaliação da CAPES, para se conseguir aprovar projetos e conseguir recursos. A Professora Dra. Regina Lucia Ferreira Gomes, Pró-Reitora da Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação (PRPG), explica a importância da nota 5 para a Universidade. "Vários editais que são lançados para se conseguir aprovar projetos, para conseguir recursos, são limitados ao número de programas com notas 5, 6 e 7; então assim, uma das metas da Universidade é ter um programa com nota 7. Hoje, a Instituição possui dois programas com nota 5, o em Educação é o segundo. Isso é importante. Este é o Programa de Mestrado mais antigo da Universidade e tem prestado uma imensa contribuição para o estado todo, porque atua na pós-graduação de professores da educação básica, fundamental, médio e também do nível superior, então, o resultado é muito importante para nós", explica.
O empenho da Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação (PRPG) foi essencial para que o Programa contemplado com nota 5 na avaliação da CAPES obtivesse esse resultado. "Desde que assumimos a Pró-Reitoria, buscamos sempre a qualidade e a consolidação dos programas, e a nota 5 vai justamente nesta direção, porque qualifica o programa como muito bom nos conceitos da CAPES. A PRPG vem buscando sempre a qualidade, não a quantidade. Entendemos hoje que o surgimento de novos programas deva ser pontual, com programas que ainda não tenha nada igual dentro da Academia", declara o Professor Dr. Welter Cantanhêde da Silva, Coordenador dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da UFPI.
O Programa de Pós-Graduação em Educação foi o primeiro a ser implantado na UFPI. A nota cinco era um objetivo da Coordenação do Programa e pela luta e empenho da Coordenação e também do diretor do CCE, Professor Dr. Luis Carlos Sales, o objetivo foi alcançado.
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.