segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Diálogo de surdos

Por Murilo Noleto

Por maior que tenha sido o esforço e a boa vontade , de um experimentado homem de TV, como o jornalista Tony Trindade, as quase três horas do que seria um debate com os principais candidatos ao governo do Estado do Piauí, mostraram-se inócuas.
Em primeiro lugar, o formato do programa engessado como foi concebido, impediu que qualquer um deles, pudesse elaborar um raciocínio minimamente lógico sobre qualquer tema, isto é, caso um ou outro candidato por acaso, tivesse algum tipo de solução para minorar o caos administrativo que se perpetuou no Estado do Piauí ao longo da última década. Portanto , o que se viu e ouviu, foi um desfilar de platitudes, sem que , nenhum dos sete candidatos, de posse de dados sobre a realidade socioeconômica vigente no Estado do Piauí, demonstrasse algum tipo de solução a ser implementada, no Estado que pretendem governar.
No monocórdico discurso de todos eles, o que se viu e ouviu , foi um desfilar de promessas vãs, sem nenhuma vinculação com crua e difícil realidade em que o Estado do Piauí se encontra.
Lamentavelmente, o que vimos na tarde de ontem na TV Antena 10, foi um autêntico diálogo de surdos.
É isso.
Fonte: Portal Az
Edição: Mário Pires Santana 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.