domingo, 23 de setembro de 2018

Ontem, 22 eu e Marina participamos do casamento dos jovens, Kélvio e Laís

A primorosa solenidade religiosa foi na bicentenária, Catedral de Nossa Senhora Mãe da Divina Graça. 
Por Mário Pires Santana
Tudo com muito requinte e determinação. O Sermão, o canto mavioso do Coral durante toda a missa. Laís é filha dos meus compadres, Dr. Chico e Fátima
Caldas.
Em seguida nos dirigimos para a festa de comemoração. Aconteceu numa bela e elegante casa, situada no Bairro Reis veloso. Oferecida por uma amiga, sua colega de trabalho.
Uma festa, memorável em todos os sentidos. Requinte no recinto, a lhaneza dos garções, o som ao vivo, a fatura de bebidas e petiscos variados a cada instante. Bate-papos interessantes... Tive a satisfação de rever os amigos, que há muito tempo não via: Aloísio e Diva que vieram de Santa Quitéria-MA, Ives, primo de Dr. Chico, que não via há mais de 40 anos - mora - em Brasília, o Casal amigo, Onofre e Das Dores que residem em Fortaleza.
Depois de todos esses momentos nobres foi servido um lauto jantar. Eu e Marina daçamos, ao som e voz incomparável, do Marlon, um artista ao nível da Festa.
Uma noite, mágica, inesquecível. Parabéns e vida longa ao casal, assim como os seus pais.
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.