sábado, 22 de setembro de 2018

Piauí é o Estado com maior número de queimadas no Brasil, revela INPE

O Piauí é oficialmente o Estado com mais focos de queimadas monitoradas no Brasil.
Por Rayldo Pereira
Foto/Reprodução/INPE
O levantamento foi publicado na tarde desta sexta-feira (21) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Segundo os dados colhidos através de satélite, foram detectados 529 focos de queimada somente nas últimas 48 horas. O Estado, que até ontem perdia apenas para o Amazonas, agora supera em muito o estado da Bahia, que registrou 449 focos.
Todos os anos o Piauí atinge altos índices de registros de queimadas por conta das altas temperaturas e baixa umidade que atingem todo o Estado durante o segundo semestre do ano. Em 2018 já foram registrados mais de 53 mil focos de queimadas, sendo mais de 3 mil, somente nos quatro primeiros dias do B-R-O BRÓ, período considerado o mais quente no estado e que abrange os meses de setembro, outubro e novembro. Preocupado com a chegada do período mais quente do ano e histórico índice elevado de
queimadas em anos anteriores, o Ministério Público junto a outros órgãos lança nesta sexta-feira (13) o Projeto Corta-fogo.
Foto: Reprodução / INPE
Incêndios controlados na região Sul
O Corpo de Bombeiros controlou as chamas que destroem propriedades nos municípios de Santa Rosa do Piauí e Tanque do Piauí, na região Sul do Estado. Uma equipe de Floriano foi enviada em reforço aos municípios que já tentavam conter as chamas há pelo menos dois dias.
"Fomos informados sobre a situação e passamos primeiro em Santa Rosa do Piauí que já durava mais tempo, como já estava tranquilo, nos encaminhamos para Tanque onde levamos a manhã inteira para debelar as chamas", pontuou o tenente Lucas Xavier do Corpo de Bombeiros de Floriano.
Segundo o tenente, foram utilizados uma viatura de combate a incêndios florestais e outros materiais. Moradores do município também ajudaram a controlar as chamas que duraram amis de três dias e atingiram cerca de 15 propriedades.
Fonte: cidadeverde.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.