quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Velejador piauiense organiza 'Kite Trip' de 700 km com atletas de 6 estados

Segunda edição vai levar 35 velejadores de vários Estados brasileiros a percorrerem 700 km.
Com condições perfeitas, o Nordeste do Brasil é hoje, o principal destino de velejadores de Kitesurf de todas as partes do mundo. Do desejo de desbravar as praias do Nordeste, surgiu o projeto “Kangaceiros Kite Trip”, que este ano está em sua segunda edição e vai levar 35 velejadores de vários Estados brasileiros a percorrerem 700 km em um downwind alucinante pelas parais do Ceará, Piauí e Maranhão, entre os dias 07 e 16 de setembro. 
O ponto de partida será a praia do Cumbuco no Ceará e o ponto de chegada é a Barra da Baleia, município de Santo Amaro, no início do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. 
O downwind, tem como objetivo, aventura e diversão chega no seu segundo ano com o dobro de velejadores do da primeira edição que aconteceu em 2017. São apaixonados pelo kite surf de vários estados como: Piauí, Ceará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pará e São Paulo que se organizaram através do grupo de Whatsapp e estão ansiosos pela trip. A bióloga Luciana Adamo, de Jericoacoara é uma das integrantes do bando que repete a dose do ano passado e está contando os dias para o inicio da viagem. “A gente se organiza desde o início do ano, é um encontro de amigos que tem em comum o amor pelo esporte. Esse ano, vamos esticar até Santo Amaro que possui uma paisagem incrível e chegar pelo mar é algo alucinante. Mais uma experiência que apenas o kite surf pode proporcionar”, destacou.
O idealizador e organizador do projeto, o advogado Roberto Mossoró se diz surpreso pela repercussão da viagem e conta que a procura foi imensa e por isso o número de velejadores dobrou. “Ano passado começamos com um pequeno grupo de amigos, mas devido à procura decidimos dobrar o número de participantes. Para viajar conosco é preciso ter feito algum dos downwinds do ano passado ou ser indicado por algum membro do bando. Tudo já está organizado, toda a logística, hotéis reservados, equipe de apoio por terra e água definidas. A viagem será registrada pela Wind Spirit, uma equipe de fotógrafos/velejadores do Rio de Janeiro, que fará toda a cobertura do evento com fotos e vídeos. Este ano também tivemos a grata surpresa de fechar parceria com a marca de filtro solar Brazinco. Cada detalhe foi pensado e com certeza este ano vai ser ainda melhor que o ano passado”. 
A cada dia, os kitesurfistas velejarão em média de 100 km, no final de cada dia uma parada merecida para descanso. No trajeto, há carros de apoio fazendo o monitoramento dos esportistas. Os pontos de parada são as praias de Lagoinha, Almofala, Preá, Macéio, no Ceará, praia do Coqueiro, no Piauí e Tutóia, Atins e Santo Amaro, no Maranhão.
Fonte: 180graus.com
Com informações da Ascom
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.