quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Com “cara de Piauí”, Altos apresenta treinador e planejamento para temporada 2019

Time quer valorizar a espinha dorsal e somar atletas que estejam em consenso com a folha salarial do clube.
Por Jade Araujo
Foto: Wilson Nanaia/Portal AZ
Em coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (24), no Lord Hotel, a Associação Atlética Altos deu o pontapé para o inicio dos trabalhos visando a temporada 2019. Além disso, a manhã foi marcada pela apresentação do novo treinador do Altos, Leandro Campos. Estreando no comando de times do Piauí, Leandro tem a missão de levar o Altos a Série C do Brasileiro. 
Depois de conversas com o presidente, o Altos começou a definir os rumos que pretende ter nessa temporada. Além de valorizar o estadual, como forma de garantir o calendário de 2020, o Altos pretende ser competitivo na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D. Tudo isso faz parte do planejamento já feito e apresentado pelo Altos para temporada. 
- Hoje o Altos está usufruindo de disputar uma Copa do Nordeste, Copa do Brasil e a própria Série D do Brasileiro em cima dos resultados do ano passado. Então em primeiro plano nós temos que pensar no calendário de 2020. Temos também objetivos com relação a Copa do Brasil. Sabemos que se nós conseguirmos pelo menos ultrapassar duas fases na Copa do Brasil seria de fundamental importância economicamente para o clube, além da divulgação do trabalho e do estado, da mesma forma a Copa do Nordeste. 
- A gente tem se esforçado muito para levar o Altos para a Série C. Esse ano foi a mais doída, dentro de casa. Mas futebol não é fácil. Então estamos fazendo um planejamento visando as quatro competições. Nós queremos chegar a semifinal da Copa do Nordeste, duas fases da Copa do Brasil e o acesso. Gente não é impossível. É difícil, mas nós já provamos que o nosso planejamento está nos mostrando o caminho certo para a Série C, destacou Warton Lacerda.
Foto: Wilson Nanaia/Portal AZ
Com um planejamento para essa temporada, o Altos pretende trabalhar dentro das suas condições salariais. Mesmo com um orçamento enxuto em relação aos outros times que disputam as competições nacionais, o Altos quer somar classificações contando com a força de um bom grupo.
- Cada clube tem suas características. Logico que se a equipe do Altos tivesse um poder econômico acima do que estamos tendo, talvez as perspectivas fossem ainda maiores. Nós temos tido exemplo de equipes da Série D do Brasileiro e da Série C, são equipes que teoricamente não fizeram grandes investimentos, mas fizeram grandes competições. Então advém a capacidade do elenco para que nós possamos trazer um jogador de qualidade dentro do perfil econômico do clube, afirmou.
Junto a apresentação do treinador, Warton Lacerda também anunciou a nova comissão do time. Tiago Carioca trabalhou com o Altos em 2015/2016 e volta assumindo o cargo de supervisor de futebol. Van Van foi o primeiro preparador físico do clube e agora volta ao Altos para assumir a função. A temporada do Altos está prevista para iniciar no dia 3 de dezembro. O primeiro desafio do clube será pela Copa do Nordeste, contra o Moto Club, em São Luís. 
Tudo interligado
Para manter o calendário de 2020, o Altos quer fazer um bom estadual se tornando tricampeão do estado. Segundo o treinador Leandro Campos, se isso acontecer, refletirá diretamente na manutenção do grupo visando a Série C. 
- O planejamento da Série C já iniciou ontem. Quanto menos se alterar essa equipe, pós-Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Estadual é sinal que esse planejamento ele obteve um resultado positivo. Essa base que esteja sendo montada agora é para ser à base da Série C. 
O desafio da Copa do Nordeste
Durante a entrevista coletiva, Leandro Campos analisou o novo formato da Copa do Nordeste. Com 16 times, a competição regional divide as equipes em dois grupos de oito com quatro de cada grupo se classificando. 
Essa nova forma é para o treinador mais difícil para os clubes de menor folha salarial. Com uma competição mais acirrada, Leandro Campos prega cautela e pões os pés no chão a respeito da classificação do time. Com experiência de ter disputado quarto Copas do Nordeste, sendo vice com ABC e ASA, o treinador prega um segundo pelotão para o Altos. 
- Nós sabemos que a Copa do Nordeste tem duas divisões principalmente nessa nova formatação. São equipes de Série A do Brasileiro, que destoam com relação ao nível da competição. Temos duas equipes de Série C e D. Então vamos ser bem sinceros, nós temos que ser humildes e nos colocar no segundo pelotão. Agora isso ai não é definitivo. Esse ano vai ser mais difícil pela formatação. Lógico que vamos jogar de igual para igual, nos organizar de forma tática, mas iremos brigar pela terceira ou quarta vaga da competição. Temos que ter os pés no chão. 
Os retornos
Dentro da coletiva o presidente do Altos, Warton Lacerda, destacou nomes que voltam a fazer parte do plantel do Altos. No ataque, a equipe vai contar com retorno dos atacantes Américo e Klenisson, o volante Netinho, o lateral esquerdo Tiaguinho e a contratação de Rafael Piauí, atleta que atuou no Estadual de 2018 com a camisa do Flamengo. 
Nova marca
Com contrato desfeito com a Kanxa, o Altos quer dar passos maiores. A partir de hoje o time vai contar com uma marca própria. O material esportiva está em fase de produção e até o final desta sexta o time deve ter o novo design da camisa para a temporada 2019. A marca “Jacaré” deve ser lançada com a linha de materiais esportivos até o final da próxima semana. 
- Se eu sou o atual tricampeão piauiense, se quero levar o nome do estado longe é natural que a gente cresça nesse aspecto. A marca Jacaré vai vestir o Altos daqui para frente, declarou o presidente. 
Fonte: Portal AZ
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.