terça-feira, 27 de novembro de 2018

Celebração Eventos declara falência e cancela mais de 100 formaturas no Piauí

Uma das maiores empresas de eventos do Piauí, a Celebração Eventos, anunciou nesta segunda-feira (26/11) o encerramento de suas atividades.
Local onde a empresa funcionava
A empresa, de propriedade de Alana Quilvia Oliveira Pinto, alegou a crise financeira e a inadimplência dos alunos, que chega a 95%, que contrataram serviços de formatura pela falência.
"O funcionamento dos prédios foi findado. Os compromissos contratuais dessas duas últimas semanas serão cumpridos unicamente com nossa equipe externa.
Mudança na sede chegou a ser anunciada
Assim como milhares de outras empresas brasileiras em igual situação a direção da Celebração Eventos lamenta não mais ter condições de continuar celebrando
a felicidade e os sonhos das pessoas como sempre fizeram por mais de década e meia", diz uma nota divulgada. Mais de 100 formaturas que estavam programadas até 2019 não serão realizadas. Como houve inadimplência por parte dos alunos, a empresa decidiu não seguir com o contrato.
CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA
A CELEBRAÇÃO EVENTOS, há 16 anos no mercado, com o devido respeito aos seus clientes, fornecedores, colaboradores e a sociedade em geral, torna público que devido aos fortes fatores econômicos externos - como a crise financeira que atinge de maneira feroz o país -, bem como fatores internos - como atos de má gestão da empresa - e, principalmente, devido a altíssima taxa de inadimplência que passa de 95% das turmas contratadas, que se apresenta como oportuno e necessário o encerramento das suas atividades, conforme recomendação da consultoria contratada. Apesar da liquidez de outrora a CELEBRAÇÃO EVENTOS não se mostra como a única empresa do ramo que passa por essa crise e é atingida nesse momento pelo colapso estrutural em suas atividades. Porém, em nome da transparência, tornasse a primeira a encerrar suas atividades de forma responsável buscando impender suas obrigações no mercado na medida que se importarem necessárias sem o dolo de causar prejuízos a terceiros, por isso resolveu pela falência judicial.
A atual direção e gestão da empresa esclarece que jamais deixou de produziu esforços para manter suas atividades, não conseguindo, porém, suportar as determinantes, pela desastrosa gestão do passado. 
Informa ainda que através dos canais próprios de comunicação e pela imprensa oficial serão determinados outros subsídios de cunho extrajudicial e judicial para possíveis habilitações das partes interessadas em procedimentos de falência já iniciados por profissionais contratados como último esforço para que os vários credores possam receber seus dividendos a depender do juízo onde tramitará o processo falimentar. Eventuais contatos será unicamente por meio do seguinte endereço de caixa postal: juridico.celebracaoeventos@gmail.com. O funcionamento dos prédios foi findado. Os compromissos contratuais dessas duas últimas semanas serão cumpridos unicamente com nossa equipe externa. 
Assim como milhares de outras empresas brasileiras em igual situação a direção da CELEBRAÇÃO EVENTOS lamenta não mais ter condições de continuar celebrando a felicidade e os sonhos das pessoas como sempre fizeram por mais de década e meia.
Teresina (PI), 26/11/2018 - A direção
Fonte: 180graus.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.