domingo, 13 de janeiro de 2019

Sobre, Diego Mendes Sousa e seu livro Divagações

Diego Mendes Sousa nasceu em livro no ano de 2006, aos 16 anos de idade.
Por *Diego Mendes Sousa
Eis o poema de abertura de Divagações (obra esgotada, que ganhará nova edição em 2019)
O livro foi concebido de forma artesanal, com pintura de capa do próprio autor, realizado em gráfica rápida, dessas comuns do pequeno comércio, em sua cidade natal, Parnaíba, no litoral do Piauí.
De Divagações (2006), livro de estreia.
Autor: Diego Mendes Sousa
INVENÇÃO
Foi no meu quarto
rodeado de livros
onde nasceu o primeiro
poema
com todos os substratos
improfícuos

A sensação rompeu
meu neurônios
rasgou os tímpanos
porque as sinfonias
não condiziam
com os sons agradáveis dos verdadeiros poetas

Oportunamente 
travei as ideias
concretas existentes no papel

Busquei o total abstrato
ainda a voar pelo inconsciente

Assim fui degradando
essas palavras
esticando
as informações
pelas quais havia lutado
para então:

Os momentos possuírem as ladeiras obscenas
*Advogado, escritor, indigenista
Fonte: WhatsApp do Autor
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.