sábado, 26 de janeiro de 2019

ZÉLIA DUNCAN: NUM PAÍS SÉRIO, DESEMBARGADORA QUE SUGERIU EXECUÇÃO DE WYLLYS PERDERIA O CARGO

A cantoria Zélia Duncan criticou duramente a declaração da desembargadora Marília Castro Neves, do TJ-RJ que sugeriu a execução do deputado Jean Wyllys (PSol-RJ); "Se fosse um país sério, se não fosse estado de exceção, ela perderia o cargo. Irresponsável, sem decoro profissional", escreveu a artista no Twitter.
Por Brasil 247

"Se fosse um país sério, se não fosse estado de exceção, ela perderia o cargo. Irresponsável, sem decoro profissional", escreveu a artista no Twitter em resposta a um post do jornalista José Trajano, em que ele diz: "Uma doidivanas, uma espalha fakes news, uma idiota completa. E o Conselho Nacional de Justiça assiste a tudo caladinho".
Segundo reportagem do Conjur, a desembargadora afirmou que a sua sugestão foi "brincadeira". "O problema da esquerda é o mau humor".
Uma doidivanas, uma espalha fakes news, uma idiota completa. E o Conselho Nacional de Justiça assiste a tudo caladinho.
Se fosse um país sério, se não fosse estado de exceção, ela perderia o cargo. Irresponsável, sem decoro profissional.
Uma doidivanas, uma espalha fakes news, uma idiota completa. E o Conselho Nacional de Justiça assiste a tudo caladinho.
Se fosse um país sério, se não fosse estado de exceção, ela perderia o cargo. Irresponsável, sem decoro profissional.
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.