segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Marcelo Castro diz que bancada não aceitará fusão do BNB: "é causa nordestina"

Por Hérlon Moraes
Foto: Letícia Santos
O senador Marcelo Castro (MDB) garantiu nesta segunda-feira (25) que a bancada do Estado não vai aceitar calada a proposta de fusão do Banco do Nordeste (BNB) com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A proposta seria do interesse do ministro da Economia, Paulo Guedes.
"Isso daí (fusão) na nossa ótica não interessa ao Nordeste. O Banco tem uma expertise muito grande no microcrédito, administra o fundo constitucional e nós vamos formar uma frente muito firme para que o Banco do Nordeste continue prestando serviços ao Brasil", disse em entrevista à TV Cidade Verde.
Para Marcelo Castro, o assunto é uma causa nordestina. "E vamos abraçar. Em hipótese alguma vamos aceitar e ficar calado. Não podemos deixar que isso prospere", afirmou.
O deputado federal Júlio César também reagiu à proposta e também se colocou à disposição para evitar que a fusão ocorra. "O BNDES, esse S é do Sul e Sudeste. Não tem nada de social. O dinheiro fica quase todo no Sul e Sudeste. O Nordeste tem menos de 10% da média histórica dos últimos 15 anos. E teve ano que teve menos de 5%. Nós não aceitamos isso e o BNB tem que continuar sendo o banco que mais investe. Os maiores investimentos são financiados pelo Banco do Nordeste. É o banco com maior experiência em microcrédito", defendeu Júlio César.
Em toda sua área de atuação, o Banco do Nordeste já financiou R$ 61,4 bilhões a 5,7 milhões de clientes do Crediamigo, o programa de microcrédito do banco, em duas décadas. Destes, 561 mil somente no Piauí.
Fonte: idadeverde.com
edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.