segunda-feira, 11 de março de 2019

DEPOIS DE WYLLYS, MÁRCIA TIBURI PARTE PARA EXÍLIO POR AMEAÇAS DE MORTE

Depois de Jean Wyllys, agora é a vez de a filósofa e escritora Marcia Tiburi partir para o exílio; desde a campanha ao governo do Rio ela sofre seguidas ameaças de morte; tanto ela quanto Wyllys moravam no Rio, a "capital" das milícias armadas que controlam o crime na cidade, ameaçam pessoas comuns e lideranças e, ao que tudo indica, assassinaram Marielle Franco um ano atrás; a cada dia ficam mais claros os vínculos entre as milícias e o clã Bolsonaro; Tiburi está vivendo em algum lugar do nordeste dos EUA desde dezembro; ela foi acolhida pela organização "Pesquisadores em Risco".
Por Brasil 247

A filósofa e escritora Marcia Tiburi, que foi candidata a governadora do Rio de Janeiro pelo PT no ano passado, deixou o Brasil, após sofrer ameaças. É a segunda liderança da esquerda a deixar o País pelo clima de perseguição e insegurança que se instalou após a eleição do presidente Jair Bolsonaro. No final de janeiro deste ano, o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) abandonou o mandato para o qual foi reeleito e deixou o Brasil após sofrer intensas ameaças de morte, incluindo seus familiares. Marcia Tiburi está vivendo em algum lugar do nordeste dos EUA desde dezembro. Ela foi acolhida pela organização "Pesquisadores em Risco", para uma permanência em uma bolsa literária de caráter emergencial.
Em entrevista ao blog Nina Lemos, Marcia contou, "com lágrimas nos olhos, que teve que sair por não se sentir segura, sofrer ameaças de morte e não poder mais ir na esquina. 'Eu amo o meu país, nunca pensei em sair do Brasil na minha vida, é muito triste e difícil ter que sair do meu país por não me sentir segura e não poder fazer mais o meu trabalho.'"
Márcia, que é autora de mais de vinte livros de filosofia e ficção, acaba de lançar "Delírio do poder".
Na nova obra, ela trata justamente da loucura coletiva na era da (des)informação e da necessidade de se valorizar a reflexão em meio aos descaminhos de um governo que ameaça a democracia e induz ao narcisismo adquirido.
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.