sexta-feira, 8 de março de 2019

GURU DE BOLSONARO, OLAVO ABANDONA O NAVIO E PEDE PARA SEUS ALUNOS DEIXAREM O GOVERNO

Responsável por duas das piores indicações ministeriais do governo Bolsonaro, o astrólogo Olavo de Carvalho, que é uma espécie de guru do clã, abandonou o navio; em post nas redes sociais, ele pediu que todos os seus alunos abandonem o governo; "O presente governo está repleto de inimigos do presidente e inimigos do povo, e andar em companhia desses pústulas só é bom para quem seja como eles”, afirmou; a questão agora é saber o que farão o chanceler Ernesto Araújo e o ministro Vélez Rodriguez, da Educação, que foram indicados por Olavo.
Por Brasil 247

"Todos os meus alunos que ocupam cargos no governo — umas poucas dezenas, creio eu — deveriam, no meu entender, abandoná-los o mais cedo possível e voltar à sua vida de estudos", escreveu. A questão agora é saber o que farão o chanceler Ernesto Araújo e o ministro Vélez Rodriguez, da Educação, que foram indicados por Olavo.
Confira, abaixo, post do site BR 18 sobre a nova posição de Olavo:
Olavo de Carvalho
Jamais gostei da idéia de meus alunos ocuparem cargos no governo, mas, como eles se entusiasmaram com a ascensão do Bolsonaro e imaginaram que em determinados postos poderiam fazer algo de bom pelo país, achei cruel destruir essa ilusão num primeiro momento. Mas agora já não posso me calar mais. Todos os meus alunos que ocupam cargos no governo -- umas poucas dezenas, creio eu -- deveriam, no meu entender, abandoná-los o mais cedo possível e voltar à sua vida de estudos. O presente governo está repleto de inimigos do presidente e inimigos do povo, e andar em companhia desses pústulas só é bom para quem seja como eles.
Olavo de Carvalho aconselhou, em post em sua página no Facebook, os alunos de seu curso online a deixarem o governo de Jair Bolsonaro. A recomendação também aparece na conta de Twitter atribuída ao ideólogo, mas que não tem certificação de propriedade da plataforma. “Jamais gostei da ideia de meus alunos ocuparem cargos no governo, mas, como eles se entusiasmaram com a ascensão do Bolsonaro e imaginaram que em determinados postos poderiam fazer algo de bom pelo país, achei cruel destruir essa ilusão num primeiro momento. Mas agora já não posso me calar mais. Todos os meus alunos que ocupam cargos no governo — umas poucas dezenas, creio eu — deveriam, no meu entender, abandoná-los o mais cedo possível e voltar à sua vida de estudos. O presente governo está repleto de inimigos do presidente e inimigos do povo, e andar em companhia desses pústulas só é bom para quem seja como eles”, escreveu. A recomendação recebeu uma saraivada de críticas de seguidores em comentários, que acusam Carvalho de lavar as mãos quanto ao sucesso do governo cedo demais.
Fonte: Brasil 247
Edição:Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.