sexta-feira, 22 de março de 2019

Teresina e Parnaíba estão em alerta para risco de mais temporais

Segundo climatologista, as chuvas deverão continuar caindo com força no Piauí pelo menos até a segunda quinzena de abril. Em maior começa a reduzir o índice pluviométrico.
Por Maria Clara Estrêla
Foto: Arquivo O Dia
A região do Meio Norte do Piauí encontra-se sob alerta para risco de fenômenos adversos com ocorrência de temporais e tempestades de raios nos próximos dias. O aviso meteorológico foi emitido pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e vale a partir desta sexta-feira (22). Além de tempestade de raios e chuvas intensas. O alerta do Inpe fala também na ocorrência de vendaval e acumulado de chuva. Ao todo, 56 municípios piauienses estão sob aviso.
Vale lembrar que na noite de ontem e madrugada de hoje, o litoral piauiense registrou um índice pluviométrico muito acima da média esperada para todo o mês. De acordo com o professor de climatologia da Uespi, Werton Costa, choveu nas últimas 24 horas mais do que o esperado para todo o mês de março no litoral. “A média de chuva para Parnaíba é de 240 mm e choveu mais de 260 mm. Ilha Grande também registrou volume parecido”, diz.
Foto: Arquivo O Dia
Werton explica que o aumento do volume de chuvas no Piauí como um todo é normal neste período, mas que a precipitação que ocorreu no litoral, ou seja, a chuva acima da média, se configura como uma anomalia negativa. O episódio de Parnaíba, segundo ele, é isolado e com mínima possibilidade de repetição.
Em Teresina, o que se viu também foi uma noite de transtornos causados pela enxurrada em vários pontos de alagamento. Embora na Capital o volume de chuva tenha sido bem menor em relação a Parnaíba, devido á área urbana aqui ser maior, os problemas foram tão graves quanto os do litoral.
“A chuva de Teresina foi na casa dos 40 mm, mas os transtornos foram equivalentes ao que se viu em Piripiri, que choveu 80 mm, e a Parnaíba porque tivemos uma concentração em algumas áreas, como por exemplo, na zona Sul. Naquela região não há nenhuma estação pluviométrica operando. Elas estão concentradas nas zonas Norte, Leste e Centro, então o mapeamento da parte Sul fica desguarnecido”, discorreu Werton.
Para os próximos dias, a previsão é de mais chuva e de acordo com o climatologista. Pelo menos até a segunda quinzena de abril, o Piauí deverá continuar tendo fortes precipitações, sobretudo o trecho de Teresina ao litoral. Somente em maio é que as chuvas começarão a dar uma trégua, porque o mês é conhecido como o final do ciclo chuvoso no Estado. As previsões para maio apontam para um volume de chuva duas vezes menor que o registrado em março e o começo de abril.
Grifos do Editor
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.