quinta-feira, 6 de junho de 2019

Juiz federal intima Bolsonaro a depor no processo sobre facada

O presidente Jair Bolsonaro foi intimado pelo juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal de Juiz de Fora (MG), a prestar depoimento no processo sobre a facada que sofreu durante ato de campanha em setembro do ano passado, quando ainda era candidato. 
Informações do G1 
Adélio Bispo, autor do ataque, confessou o crime e recentemente foi considerado inimputável, ou seja, não pode ser punido criminalmente, mas pode ser alvo de medida de segurança, como internação por período a ser determinado pela Justiça.
A TV Globo teve acesso à decisão em que o juiz afirmou que Bolsonaro precisa ser ouvido “por força de disposição legal”, citando o artigo 201 do Código de Processo Penal.
O magistrado explicou que, em razão do cargo, Bolsonaro pode ser ouvido pessoalmente ou responder por escrito.
Segundo o procurador, são cinco os questionamentos formulados ao presidente:
qual o momento em que Bolsonaro decidiu viajar para atos de campanha em Juiz de Fora (MG);
quando essa viagem foi divulgada;
se o presidente percebeu a aproximação de Adélio antes da facada;
encontrou condições de se defender, de se esquivar? (existe agravante quando o crime é praticado sem a possibilidade de a vítima se defender)
como tem sido recuperação (esse questionamento pode levar a dobrar a pena, por considerar lesão corporal grave).
Fonte: 180graus.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.