sábado, 6 de julho de 2019

Amorim: A loucura foi instalada no Brasil como método de destruição

(Foto: Wilson Dias/Agencia Brasil)
Ex-chanceler Celso Amorim bate duro em Jair Bolsonaro e também afirma que a Lava Jato ajuda na destruição da soberania nacional; "Odebrecht, por exemplo, era uma potência! Tinha que corrigi-la, e não liquidá-la. Você já imaginou a Alemanha liquidar a Volkswagen porque eles tinham um software que enganava na questão de meio-ambiente?", pergunta.
Por Brasil 247

O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim bate duro no governo Jair Bolsonaro. 
“Eles estão dando os tiros certos: destruíram a Unasul. Trata-se de um projeto sólido, de grandes potências, para enfraquecer a América Latina e voltar a ter o controle deste território, ao mesmo tempo que garante a subserviência brasileira como um 'quintal estratégico”, diz o ex-chanceler à Carta Maior. 
Segundo o ex-titular da pasta, a Operação Lava Jato ajuda na estruição da soberania nacional. "Odebrecht, por exemplo, era uma potência! Tinha que corrigi-la, e não liquidá-la. Você já imaginou a Alemanha liquidar a Volkswagen porque eles tinham um software que enganava na questão de meio-ambiente? Não, eles demitiram o responsável", diz.
"Obviamente [o motivo de incômodo dos Estados Unidos com a soberania
nacional] foi a decisão do Brasil de tomar conta do pré-sal – porque não é só dizer ‘ah as companhias norte-americanas’ é lógico que as companhias norte-americanas têm interesse. Mas é muito mais complexo que isso. Quem está investindo no pré-sal? Tem companhia chinesa, tem companhia norueguesa, tem de tudo. Claro que há um interesse das empresas americanas, mas mais do que isso, é o interesse estratégico dos EUA", acrescenta.
O ex-ministro defendeu a liberdade do ex-presidente Lula e a política externa em seu governo. "O Lula tem uma grande capacidade de entender a realidade e se colocar diante dela. Não vejo nenhum outro líder no Brasil com essa capacidade, independentemente da capacidade intelectual que cada um tem. Você pode entender intelectualmente um problema, agora quem é capaz de falar com o povo, isso é o Lula".
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.