sexta-feira, 2 de agosto de 2019

GRANDE OSVALDO

Por *Miguel Bezerra Neto
“Grande Osvaldo”... Era assim como ele era conhecido e como nós o chamávamos. E o “Grande” neste caso tem várias conotações, sentidos, contextos: Era grande pela sua envergadura física, pois tinha um metro e noventa, mais ou menos bem distribuídos.
Era grande em suas ações, pois sempre foi um homem de postura reta, compromisso com a probidade, com o certo, com o honesto. Era grande, principalmente, no coração e na alma e, de forma anônima, ajudava aqueles que a ele se socorriam.
E foi justamente essa grandeza moral e espiritual o atributo que a todos nos cativou. Sempre que precisávamos de seus conselhos (bem abalizados, diga-se de passagem) a ele nos socorríamos e ele sempre, eu disse sempre, estava disposto a nos ensinar alguma coisa, a nos ajudar, a oferecer a mão amiga para resolver o problema.
Muito mais do que o cartola, apaixonado pelo nosso Tubarão, que sabia como ninguém a sua história desde a sua fundação e que doou, do fundo de sua alma,
relevantes serviços como conselheiro, vice presidente e presidente da diretoria, o “Grande Osvaldo” era como irmão mais velho que todos nós consultávamos antes de tomar uma decisão. Era como aquele melhor amigo que nos aconselhava e nele tínhamos confiança.
Memoráveis e ficarão indeléveis em nossas memórias, as reuniões em sua casa na Pedro II, regadas a café com bolo e outras iguarias. Era fácil notar o prazer que ele tinha em nos receber. Sempre sorridente e com uma pitada de humor inteligente e, às vezes, sagaz.
Mas, todos nós temos o tempo certo de permanecer aqui. O tempo que exatamente escolhemos para tentar progredir, evoluir. “Todas as coisas na terra, passam, tudo passa, exceto Deus, porque Ele é o suficiente” (Chico Xavier). E o Grande Osvaldo nos deixou hoje, retornou a pátria espiritual, com a certeza da missão, se não cumprida, muito bem encaminhada.
Feliz do homem que passa pela vida (e ela é tão transitória e curta) e consegue amealhar o respeito e o carinho de todos aqueles que conviveram com ele e deixa como legado a imagem de um homem integro, de uma amizade sincera, que não acabará com a sua partida.
Vai com Deus, GRANDE OSVALDO. Lembraremos sempre de você. Obrigado por tudo.
*Miguel Bezerra Neto/Advogado e Presidente do Conselho Deliberativo do Parnahyba Sport Club
Fotos do Autor
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.