quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Após assembleia, estudantes decidem por ocupação e irão dormir na UESPI

As aulas da UESPI estão suspensas e é possível que os professores se unam aos discentes na manifestação.
Por Valciãn Calixto 
Assembleia reuniu cerca de 40 estudantes da UESPI/Foto/Reprodução
Após assembleia realizada no final da tarde desta quarta-feira (25), no campus Clóvis Moura, da Universidade Estadual do Piauí, cerca de quarenta universitários decidiram que vão manter a ocupação do prédio e já se organizam para dormir a partir de hoje no local. O ato acontece após os estudantes ocuparem o prédio e fecharem os portões da UESPI.
Com a decisão tomada, os discentes agora se mobilizam para conseguir alimentação, colchonetes e até água, pois os bebedouros da instituição não estão funcionando. “Estamos reivindicando também o pagamento das bolsas que há quatro meses não são pagas, como Bolsa alimentação, bolsa trabalho, monitorias e também estamos dentro de um ambiente impossível de continuar devido a sujeira dentro do campus, pois os terceirizados se negaram a continuar trabalhando de graça, coisa que nós concordamos e defendemos”, disse uma estudante do quarto período do curso de Letras, que preferiu não se identificar.
De acordo, com a jovem, a principal pauta ainda é o atraso de três meses do pagamento dos servidores de serviços gerais. “O mais importante no momento é a questão do pagamento dos salários dos funcionários que são terceirizados”, informou.
As aulas estão suspensas e é possível que os professores se unam aos discentes na manifestação. Os estudantes solicitam apoio da comunidade. A população pode apoiar o ato indo levar alimentação, doar colchonetes, produtos de higiene pessoal no campus Clóvis Moura, localizado no bairro Dirceu II, zona Sudeste da capital.
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.