domingo, 22 de dezembro de 2019

Governador define educação e geração de emprego e renda como prioridades para 2020

O governador Wellington Dias (PT) faz um balanço do ano de 2019 e traça metas para os próximos anos de gestão.
Por Lídia Brito
Foto: Roberta Aline/CidadeVerde.com
Wellington avalia que o ano que se encerra foi de dificuldades, mas afirma que o governo já definiu quais serão as três áreas que terão atenção especial em 2020. Para o governador, os investimentos no desenvolvimento da educação serão a prioridade dos últimos anos de gestão. As duas outras metas envolvem a melhoria da qualidade de vida e a geração de emprego e renda.
“Em 2020 vamos alcançar três coisas: a primeira é um plano mais ousado com o foco que é a educação, condição de alavancar a educação. A segunda é melhorar a qualidade de vida que gera melhora de renda. Isso a partir de uma capacidade de investimento, parcerias com a bancada federal, com o governo federal e com organismos nacionais e internacionais, com agentes financeiros e com fundos nessa área de crédito, financiamento, e também, modelagens que se casam e se combinam na área de parceiras público-privados. 
A terceira é estimular a economia com a geração de emprego e renda. A melhora da renda e emprego são grandes desafios”, destacou.
Wellington Dias afirma que no ano de 2019 o governo teve que se adequar a conjuntura nacional. Segundo ele, apesar das dificuldades, os avanços previstos
foram realizados.
“Confesso que terminamos realizando mais do que eu mesmo havia programado lá atrás. Anunciei no começo do ano, que em razão da conjuntura nacional, havia a necessidade de reorganizar o mandato diante dessa conjuntura. Buscamos o equilíbrio financeiro e fiscal. 
É o projeto que foi vencedor em 2018 e que deve continuar nos próximos anos”, afirmou.
Fonte: cidadeverde.com
Grifos do Editor
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.