segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

"Todo o universo da cultura no Brasil está destruído", diz Wagner Moura

O ator e diretor Wagner Moura (Foto), que dirigiu o filme Marighella, fez o protesto em Nova York, durante uma sessão de exibição da película. "Eu não gosto de falar do 'Marighella' como um caso isolado: todo o universo da cultura, no Brasil, está basicamente destruído. A Ancine está destruída. Acabada. Game over. E esse é o jeito que eles fazem hoje: a censura não é como a da ditadura militar, que dizia 'isso é proibido'".
Por Brasil 247

A destruição da cultura pelo governo de corte neofascista de Jair Bolsonaro foi alvo de um protesto do ator Wagner Moura, neste domingo, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, onde ocorreu uma sessão do filme Marighella, produzido por ele, mas que não pôde ser exibido no Brasil.
"Eu não gosto de falar do 'Marighella' como um caso isolado: todo o universo da cultura, no Brasil, está basicamente destruído. A Ancine está destruída. Acabada. Game over. E esse é o jeito que eles fazem hoje: a censura não é
como a da ditadura militar, que dizia 'isso é proibido'", disse ele, segundo relato da jornalista Maria Shirts, publicado na Folha de S. Paulo.
"Hoje eles infiltram pessoas nessas agências, e elas tornam tudo impossível de acontecer. Foi isso que fizeram com 'Marighella'. Eles acharam uma forma de tornar o lançamento impossível do ponto de vista burocrático. Mas nós iremos achar um jeito", afirmou.
"Eu percebi que essas pessoas têm medo do que um artista pode fazer. Essa é a natureza da arte. Dos filmes, das peças. Essas coisas fazem as pessoas pensarem. Mesmo se não for uma produção diretamente política, ela representa uma ameaça. Então o que eu diria para os artistas, é: continue fazendo o que você faz. E, naturalmente, seja selvagem. Quanto mais radical melhor."
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.