terça-feira, 21 de janeiro de 2020

ONU pedirá explicações do Brasil sobre denúncia do MPF contra Glenn Greenwald

David Kaye, Glenn Greenwald e Jair Bolsonaro (Foto: UN | Reuters | PR)
A denúncia do MP contra o jornalista do Intercept Glenn Greenwald por suposta "invasão a celulares de autoridades" já é assunto na ONU. O relator da entidade sobre liberdade de expressão, David Kaye, cobrará explicações do governo 
brasileiro.
Por Brasil 247

Na ONU, a denúncia do MPF contra o jornalista do site The Intercept Brasil Glenn Greenwald já é assunto. O relator da entidade sobre liberdade de expressão, David Kaye, irá cobrar explicações do governo de Jair Bolsonaro sobre o tema.
Kaye disse à coluna de Jamil Chade, do UOL, que teme que a ação do MP intimide o jornalista. "Dado o papel de Greenwald como um jornalista cobrindo o governo brasileiro e questões políticas, eu acho extremamente preocupante que isso possa fazer parte de um esforço para intimidá-lo para que pare de fazer jornalismo".
Em 2019, o relator David Kaye falou, por meio de carta, que o governo
de Jair Bolsonaro tinha a obrigação de proteger Glenn. "É obrigação dos Estados instituir medidas eficazes de proteção contra ataques destinados a silenciar aqueles que exercem o seu direito à liberdade de expressão".
"Isto implica uma obrigação de se abster de tais ataques", completou.
Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.