sábado, 11 de janeiro de 2020

Operação da Marinha monitora óleo e fiscaliza tráfico no litoral piauiense

O litoral do Piauí será vistoriado durante a terceira fase da operação nacional que contará com a presença de dezenas de navios e aeronaves na costa brasileira.
Por Valmir Macêdo
Foto: Marinha do Brasil
O litoral do Piauí será vistoriado durante a terceira fase da operação nacional que contará com a presença de dezenas de navios e aeronaves na costa brasileira . Denominada de Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida, a operação da Marinha do Brasil vai até o dia 19 de fevereiro percorrendo o litoral entre os estados do Rio de Janeiro e Pará.
“Esse projeto tem o objetivo de trazer a possibilidade de controle, busca e inteligência de busca e salvamento nessa área. Aliar uma gama de sensores, informações colaborativas para contrapor a crimes ambientais além do óleo como tráfico de drogas”, explicou o comandante da Capitania dos Portos do Piauí, o capitão Benjamin Dante.
Ao todo, participam da operação cerca de 2900 militares, incluindo 244 Aspirantes, distribuídos pelos diversos navios participantes. Dentre os veículos navais estão porta-aviões e submarinos além de aeronaves como helicópteros.
A primeira fase, iniciada ontem, encerra-se com a atracação dos navios nos portos de Fortaleza, Maceió, Cabedelo, Natal e Recife, no dia 16 deste mês.
Foto: Marinha do Brasil
Com o reaparecimento das manchas de óleo no Ceará no final de dezembro, a Marinha reforçou a fiscalização no litoral piauiense. Ao Cidadeverde.com, o capitão Dante Duarte, comandante dos Portos no Piauí, ressaltou que as equipes continuam em alerta desde as primeiras manchas encontradas em setembro de 2019.
“Aqui no nosso estado do Piauí a situação é bastante tranquila. As 16 praias estão limpas e sem a presença de óleo mas vamos ter essa operação em todo o Brasil, em âmbito nacional com a presença de diversos navios neste período de janeiro e fevereiro”, informou.
Em dezembro, fuzileiros navais de Belém foram destacados para o litoral piauiense para reforçar a fiscalização. O grupo permanece no litoral do estado.
Fonte: cidadeverde.com
Gifos do Editor
Fonte: cidadeverde.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.