sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

PARNAIBA, Mississipi nordestina

POR CARLOS PONTES
foto/parnaíbaemfoco worpress.com
O rio Igaraçu contorna a cidade do norte do Piauí, Parnaíba, como se fôra uma gigantesca serpente a lhe proteger. Das águas barrentas do rio se percebem movimentos constantes. Do pôr do sol que se reflete de intensos brilhos as cores se misturam num tom que varia entre o amarelo e o melancólico clima da cidade.
Prédios antigos e coloniais se misturam às ruínas numa fusão meio estranha, mas admissível para tempos e realidades diferentes. O porto das barcas ainda registra sinais de uma antiguidade recente. 
Do centro exportador que um dia se fez intenso e movimentado. Máquinas que não operam mais simboliza uma época. Hoje são apenas peças decorativas espontaneamente. Prédios construídos de pedra sobre pedra numa arquitetura rústica e caprichosa. Calçamentos da era colonial ainda mostra sua exuberância. É certo que alguns bem maltratados, mas estão lá.
O mormaço do clima vem de encontro ao encontro de rios e mares. A ventania também se faz presente nos períodos do ano. Setembro, outubro...
Uma vocação para a poesia, a música, o tom sobre tom dos instrumentos
musicais. Alguns ritmos lentos e cadentes. Outros no avanço da contemporaneidade. 
O banzeiro das águas da região ainda lembra rituais místicos de um povo nativo. Ainda é possível ver lavadeiras à beira do rio. Dos inativos também. E dos que aqui fixaram casa, sonhos e chão.
Não podemos desprezar o perfil poético da cidade (de pouco vexame) contrastando com o ritmo que se acelera como em todos os lugares.
E a palavra Mississipi se origina do termo algonquina(da língua Ojibwe) que significa "grandes águas" ou "pai das águas". Quanto a Parnaíba, portal do maior Delta das Américas em mar aberto por onde rios e mares se abraçam nos seus afluentes comuns e por onde vivem pessoas igualmente sonhadoras e também comuns.
Grifos do Editor
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.