quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Políticos apontam desafios e traçam prioridades para o Piauí em 2020

As previsões para 2020 são de um ano ainda difícil com desafios a serem enfrentados na economia.
Por Lídia Brito
Foto: Roberta Aline/CidadeVerde.com
No Piauí, o governador Wellington Dias (PT) afirma que medidas foram adotadas para que o estado passe a fazer investimentos no próximo ano.
As previsões para 2020 são de um ano ainda difícil com desafios a serem enfrentados na economia. No Piauí, o governador Wellington Dias (PT) afirma que medidas foram adotadas para que o estado passe a fazer investimentos no próximo ano.
O governador ressalta que as operações de crédito foram mais de R$ 3 bilhões aprovadas pela Assembleia Legislativa do Estado em 2019 e irão ajudar para que nos próximos dois anos a situação econômica possa ser melhor.
“Sem nenhum ufanismo, sem querer criar nenhum ambiente fora do contexto. Eu garanto que 2020 será um ano melhor no Piauí. Isso se deve as medidas que adotamos ainda no segundo semestre de 2018, quando tivemos essa premissa de uma crise com recessão com dificuldades. Digo que em 2019 fizemos o dever de casa, com um conjunto de medidas que normalmente as pessoas, em um primeiro momento, têm dificuldades de compreender, mas vamos ampliar o equilíbrio fiscal e a capacidade de investimentos. Vamos ter volume de investimentos extraordinários para 2020 e 2021. Estou bastante animado, mas sempre trabalhando com muita responsabilidade”, afirma.
Wellington Dias disse ainda que no próximo ano o desafio é não levar ao desequilíbrio as medidas conquistadas. Ele afirma que a prioridade será a responsabilidade da gestão. 
“Não vale a pena desequilibrar novamente. Há necessidade de trabalhar com esse cuidado e esse olhar preocupado com o equilíbrio fiscal e a capacidade de investimentos. É provável que sim (chamará concursados e realizará novos concursos). Quero trabalhar para que saia do limite fiscal da Lei de Responsabilidade e poder, em 2020, realizar concurso para algumas áreas que precisam. Vamos ter uma política salarial para os servidores. Quero trabalhar com minha equipe uma condição de ter uma política já em 2020, 2021 e manter o poder de compra do servidor público. Sei a importância que isso tem para a economia do Piauí”, afirmou.
Parlamentares ouvidos pelo CidadeVerde.com apresentam as áreas que defendem como prioritárias para que o Piauí possa iniciar um ciclo de investimentos a partir de 2020. Para o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, as prioridades devem ser o abastecimento de água para piauiense que ainda sofrem sem água potável e o turismo.
“Duas áreas vão receber ainda mais atenção em 2020: abastecimento de água e turismo. É importante garantir que todos os piauienses tenham acesso à água de qualidade em suas casas. É uma das minhas metas. Qualquer estado que tenha pretensão de se desenvolver não pode aceitar que pessoas sejam obrigadas a andar quilômetros para conseguir água. Já o setor do turismo é a área que mais gera empregos no mundo e o nosso estado tem um enorme potencial inexplorado, especialmente no ecoturismo. Vamos buscar formas de estruturar o setor, divulgar as belezas do estado, atrair visitantes de maneira ordenada e responsável e, assim, gerar renda em diversos municípios. Eu posso garantir que 2020 será mais um ano de muito trabalho pelo Piauí e também um ano de grandes avanços”, afirma.
Foto: Roberta Aline/CidadeVerde.com
O deputado Flávio Nogueira afirma que para o Piauí prosperar é preciso uma atenção especial na área de infraestrutura. Ele avalia a necessidade de maior articulação entre o Executivo e o parlamento.
“A meta do deputado federal é saber o que acontece no Brasil. Estamos em um momento de reforma. O Brasil requer reformas e o Congresso Nacional vive esse protagonismo, que mudou a face desse parlamento. No ano que vem deve chegar a reforma tributária, a fiscal, que são muito importantes. No Piauí esperamos pelas obras de infraestrutura. Esperamos que ocorra apoio aos movimentos de cunho social, que o governo possa estar em sintonia com a bancada federal, com a bancada estadual e ouvindo os reclames do povo. Com isso, possa estar, portanto fazendo um 2020 melhor. Queremos que 2020 possa ser melhor do que passou”, destaca.
A deputada Margarete Coelho (Progressistas) afirma que é preciso que sejam adotadas medidas que possam gerar emprego e renda para o piauiense em 2020.
“É importante que os potenciais do Piauí sejam cada vez mais conhecidos e reconhecidos para que possam contribuir com o crescimento de nossa economia e, assim, gerarmos os empregos e as oportunidades que o povo e investidores piauienses merecem. O foco esteve em ajudar o estado a sobreviver à recessão econômica pela qual passava o país. Já agora o momento é de fortalecer as estruturas para permitir um salto de desenvolvimento no Piauí, mantendo os resultados e superando os índices nos mais diversos setores”, afirma.
Foto: Roberta Aline/CidadeVerde.com
O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB), avalia que o estado não pode negligenciar na melhoria das estradas. Ele aposta que investimentos na agropecuária são o caminho para o crescimento do estado.
“O Piauí tem que melhorar a qualidade da energia elétrica. O Piauí tem que melhorar a suas estradas, rodovias, tanto a nível de governo do estado quando do governo federal. São as estradas que levam o desenvolvimento para o nosso estado. Temos que incentivar a agropecuária no nosso estado. Já é uma realidade no Sul do Piauí, as plantações de soja, milho. Temos que avaliar os setores que precisam desse incentivo do governo para ajudar a crescer o estado”, afirmou.
A vice-governadora Regina Sousa afirma que apesar das dificuldades é possível avaliar que o governo conseguir enfrentar os problemas em 2019.
“Foi um ano difícil. Foi um ano de dificuldades, mas podemos dizer que esse foi um governo vitorioso. Para 2020 vamos seguir buscando fontes de investimentos, parcerias com a nossa bancada,com o governo federal, com todos os setores. O importante é fazer um governo voltado para o povo. É importante que as pessoas mais pobres possam ter voz e vez neste governo”, afirma. 
Fonte cidadeverde.com
Edição: Mãrio Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.