terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Universidades do Piauí aguardam decisão para divulgar resultados do SISU 2020

A previsão para divulgação dos resultados era para essa terça-feira (28), mas foi embargada por decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3).
Por Alinny Maria 
Universidade Federal do Piauí (UFPI)Foto/Reprodução
As três universidades públicas do Estado, Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI), ainda não divulgaram o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) porque estão seguindo as orientações do Ministério da Educação (MEC). A previsão para divulgação dos resultados era para essa terça-feira (28), mas foi embargada por decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3). 
O atraso acontece devido ao processo que corre na Justiça para tentar impedir a divulgação até que as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de quase seis mil candidatos sejam devidamente corrigidas. O MEC aguarda a Justiça liberar a divulgação do resultado. Ao todo, as instituições piauienses ofertam mais de nove mil vagas presenciais. 
A Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PERG) da UFPI divulgou uma nota informando que aguarda a publicação do resultado do Sisu 1/2020 a cargo do MEC e que fica mantido o cronograma relativo à primeira chamada para ingresso na instituição. Na UFPI, o curso de Medicina está no topo como o mais concorrido.
A UESPI disse que a expectativa é que o Ministério da Educação tenha um posicionamento sobre o assunto até esta terça-feira (2). Até a semana passada, o curso mais concorrido na Uespi era Psicologia. 
O IFPI também disse que o calendário está mantido até o momento e que não tem horário para a divulgação. O curso mais concorrido no IFPI é o de Radiologia.
PROCESSO CONTRA O ENEM
Na última sexta-feira (24), a 8ª Vara Cível Federal de São Paulo concedeu uma liminar que determinou a suspensão do processo do SiSU 2020, em ação movida pela Defensoria Pública da União. A divulgação do resultado do SiSU 2020 estava prevista hoje, mas segue suspensa desde a determinação Justiça Federal de São Paulo. Os problemas com o cronograma do sistema começaram após o Inep informar que cerca de 6 mil estudantes tiveram erros na correção das provas.
As inscrições para o SiSU abriram no dia 21 de janeiro, conforme era previsto, mas a data de término foi alterada do dia 24 para o dia 26. No meio do período, estudantes começaram a relatar diversos problemas com a plataforma, tanto para inscrição como para a verificação das notas dee corte, gerando a suspensão do SiSU.
NOTA DO MEC 
"Nesta manhã, a Advocacia-Geral da União realizou nova reunião com integrantes do Ministério da Educação e do INEP para tratar da questão do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).
Ficou definido que o MEC e o INEP apresentarão dados e notas técnicas complementares à AGU, para que esta possa pedir a reforma da decisão do Tribunal Regional Federal na 3ª Região. De posse das informações, a AGU apresentará pedido de suspensão perante o Superior Tribunal de Justiça.
De antemão, o MEC e o INEP reforçam a lisura do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a ausência de qualquer prejuízo aos inscritos.
Também destacam que já foram adotadas todas as medidas administrativas necessárias para a solução dos problemas detectados.
Qualquer nova medida não alterará o resultado das notas dos candidatos e o eventual adiamento ou suspensão de prazos do Sistema de Seleção Unificada (SISU) causará prejuízos incalculáveis às instituições de ensino e aos candidatos interessados em acessar a educação superior por meio dos processos seletivos realizados pelo governo federal, bem como ao início do calendário universitário."
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.