quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

A imobiliária fantasma

Por *Gustavo Rosal

Sou uma pessoa com senso de direção pavoroso. Vou ao mesmo local múltiplas vezes e me revolto as tantas com essa necessidade de desvendar labirintos, na sorte de um cão - cães sabem o caminho da cozinha de suas casas, dos quartos dos seus queridos, de algumas pilantragens, portanto, não é de tudo ruim; pontualmente pavoroso, apenas. Em situações nas quais o GPS seria um diploma do ridículo em minha testa ou quando algo de fora força-me a crer: estive muito menos do que me pareceu a errar pelo centro da cidade, buscando uma famosa imobiliária - e cada transeunte dizia-me o caminho exato, sem vírgulas ou conjectura. 
- Ao menos se não a visitasse tanto.... 
- Mas não há perdão! A forca! Melhor, a fogueira a este incapaz! - surge meu intendente de dentro, com um porrete em forma de mapa a apontar o meu nariz.
Mas fogueira pouquinha, uns 35 °C, que o sol prontamente oferece ao meu flagelo. Enquanto o suor se apruma, lembro de ter lido o jornal do dia, ao celular. Falava de um brilhantismo do Oriente: Imagine um ar-condicionado portátil, semelhante a um walkie-talkie; grampei-o ao coz e refrigere-se durante
12 horas! 
- Como eu gostaria de perder-me em uma ilha do Pacífico - penso -, com suas belezas elétricas e esquisitices a me adornar....
- Fogueira! Até que aprendas alguma vergonha!
27.01.20.
*Gustavo Rosal é escritor, especialmente poeta, cronista e contista. Participou das coletâneas "Versania" e "Contos entre Gerações", ambas de repercussão na cidade de Parnaíba, para além de outras publicações em jornais culturais, revistas, sites, blogs, redes sociais e afins, a exemplo do jornal "O Piagüí", o blog da Academia Parnaibana de Letras, o espaço "Escrever sem Fronteiras", de iniciativa do Sesc, "Trema", "Gueto", "Vacatussa". É bacharelando em Direito pela UESPI. Nascido em Teresina, no ano de 1996.
Edição:Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.